Vereadores aprovam quatro emendas na LDO para 2023

27/06/2022


Os vereadores voltam a votar a proposta na sessão de hoje



Em primeiro turno unânime, com 33 votos positivos, a Câmara Municipal de Curitiba (CMC) sinalizou a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2023. Encaminhada ao Legislativo no dia 13 de maio, a mensagem estima R$ 9,7 bilhões líquidos, em receitas e despesas, para o próximo ano. Ou seja, um crescimento de 7% em relação ao Orçamento de 2022.

Na previsão desses R$ 9,7 bilhões, 58% seriam decorrentes de arrecadação própria, com receitas do Imposto sobre Serviços (ISS) na ordem de R$ 1,79 bilhão. Também são esperados R$ 1,2 bilhão do IPTU e R$ 420 milhões do ITBI. Nesse cenário, 15,9% seriam provenientes de transferências da União e 13,6%, do Estado. O Executivo também espera um aumento de 19% nos investimentos, chegando a R$ 658 milhões, contra os R$ 551 milhões projetados para este ano.

O projeto da LDO retorna à pauta, na sessão desta terça-feira (28), para a palavra final em plenário – isto é, votação em segundo turno.

Últimas Notícias