Temer fez ponte entre Bolsonaro e Moraes e ajudou a redigir nota oficial do presidente

10/09/2021


Em ligação mediada por Temer, o presidente Jair Bolsonaro conversou por telefone com Alexandre de Moraes



O ex-presidente Michel Temer foi até Brasília (DF) nessa quinta-feira, dia 9, com a missão de fazer uma ponte entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.


Temer desembarcou em Brasília pela manhã e voltou para São Paulo no final da tarde. O encontro ocorreu dois dias depois de Bolsonaro atacar o Supremo e, em especial, Moraes.


O presidente conversou por telefone com Moraes, em ligação mediada por Temer. Segundo participantes do encontro, o ex-presidente teria chegado ao encontro já com a sugestão de intermediar o telefonema.


A conversa ocorreu antes da divulgação da nota de recuo de Bolsonaro, em que afirma que não teve “nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes”.


“Nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar”, afirmou o presidente.


Também participaram do encontro os ministros Ciro Nogueira (Casa Civil) e Flávia Arruda (Secretaria de Governo). Eles vêm tentando, há semanas, reduzir a temperatura da crise entre os Poderes.


Segundo interlocutores, também participaram da redação final de nota de Bolsonaro.


O responsável por intermediar o encontro foi o AGU (Advogado-geral da União), Bruno Bianco. Ainda na quarta-feira (8), ele procurou Temer para propor o encontro.


O ministro do STF Dias Toffoli também estimulou que houvesse o encontro conversando com aliados de Bolsonaro. A avaliação é que Temer, por ter indicado Alexandre de Moraes para o tribunal, era a pessoa mais correta para fazer a intermediação.


Foto: Wilson Dias/Agência Brasil


Últimas Notícias