Saúde em Casa amplia atuação em Curitiba e bate recorde de atendimentos

27/08/2021


Programa auxilia na recuperação de pessoas que contraíram a Covid-19



O programa Saúde em Casa, da Prefeitura de Curitiba, atendeu a 1.282 pacientes em julho. Foram 67 a mais que no mês anterior, novo recorde de atendimentos para o antigo serviço de atenção domiciliar, conhecido pela sigla SAD.


"O Saúde em Casa enche de orgulho o coração dos curitibanos. É um serviço que tratamos com carinho por levar a benção da saúde para os nossos lares", disse o prefeito Rafael Greca.


Em julho, o programa ainda permitiu que 443 pessoas fossem desospitalizadas, ou seja: liberadas para tratamento em casa. O recorde de desospitalizações em um único mês desde o início do programa, há nove anos, foi em junho: 509.


A quantidade de leitos liberados pelo Saúde em Casa nos dois meses anteriores equivale a três hospitais de grande porte. Segundo critérios do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), um hospital de grande porte tem de 151 a 500 leitos.


“O Saúde em Casa sempre foi importante dentro da nossa estratégia de saúde e mostrou ser decisivo na pandemia”, afirmou a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.


Conforme o balanço do serviço, 210 pessoas que estavam internadas com Covid-19 ganharam alta e seguiram tratamento em casa. Até esta quinta-feira, dia 26, 50 desses pacientes ainda recebiam oxigênio levado pelo programa.


Foto: Alice de Lima Jeronimo/Feas



Últimas Notícias