Novo muro e Videoclipe no Goethe: 250 anos de Beethoven

14/12/2020


Os 250 anos de Beethoven estão sendo comemorados na Alemanha e em diversos países



No dia 17 de dezembro, quinta-feira, o Goethe-Institut Porto Alegre lança um projeto especial que celebra os 250 anos de Ludwig van Beethoven, uma das personalidades culturais mais importantes da Alemanha. Impulsionado por este importante aniversário, o Instituto convidou a artista Camila Moritugui para desenvolver um projeto gráfico no muro do prédio sobre este tema. Paralelamente, o violonista Eduardo Gutterres selecionou e tocou trechos da 3ª Sinfonia de Beethoven enquanto Moritugui pintava o muro. Todo esse processo musical e gráfico foi registrado pelo coletivo OCorre Lab e agora é lançado em forma de videoclipe para celebrar este importante aniversário cultural.

No muro do Instituto, Camila Moritugui teve como referência partituras musicais de Beethoven, cores primárias e formas geométricas básicas que remetem à história do design e também dialogam com o legado iniciado pela escola Bauhaus, umas das mais importantes do segmento na Alemanha e no mundo.


Já Guterres selecionou trechos do fim do primeiro movimento da 3ª Sinfonia (conhecida como Heroica) e fez um arranjo para três violões. A construção do arranjo se deu através do processo de ouvir gravações e analisar a partitura, além de trazer para o violão as frases musicais que fazem os violinos, flautas, fagote, contrabaixo.

O videoclipe pode ser conferido a partir de quinta-feira no YouTube do Goethe-Institut Porto Alegre. O trabalho realizado por Camila no muro do Instituto pode ser visto na Rua 24 de outubro, 112. Os 250 anos de Beethoven estão sendo comemorados na Alemanha e em diversos países. Por causa da pandemia, muitos eventos ainda serão realizados ao longo de 2021. A data de nascimento de Beethoven é desconhecida, mas o dia 17 de dezembro é marcado pela data de seu batizado, que aponta para o primeiro registro oficial deste importante nome da arte e da cultura.

Sobre Camila Moritugui

Natural de Guarulho (SP), Camila Moritugui é designer por formação e artista visual autodidata. Atualmente reside em Porto Alegre (RS). Em seu trabalho autoral, usa da linguagem geométrica unindo composições sólidas e cores harmônicas. A artista acredita que esta abordagem é um convite ao público para causar sensações e reflexões a partir de suas próprias memórias e experiências de vida, entendendo que o gosto e afinidade com formas e cores é sempre pessoal.

Sobre Eduardo Gutterres

Eduardo Gutterres é bacharel em violão pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e mudou-se para São Paulo após ser selecionado pelo Programa de Bolsas de Estudos Magda Tagliaferro, promovido pela Sociedade Cultura Artística. O violonista já realizou recitais em salas de concerto do Brasil e Uruguai e em 2020 fez sua estreia nos Estados Unidos, apresentando, em Nova York, um concerto inteiramente dedicado à música brasileira. É o atual vencedor da mais tradicional competição de violão do Brasil, o Concurso de Violão Souza. Em 2019, participou do 50⁰ Festival de Inverno de Campos do Jordão (o mais importante festival de música clássica da América Latina).

Últimas Notícias