top of page

Mutirões de castração reduzem abandono nas ruas de Curitiba

13/07/2023


Programa também ajudam a manter a saúde de pets



Os curitibanos tutores de cães e gatos estão aproveitando este mês de julho para levar os seus pets para a castração, de maneira gratuita, nos mutirões promovidos pela Prefeitura. A ação da Rede de Proteção Animal acontece nas regionais Boqueirão, Boa Vista e Pinheirinho. As inscrições foram feitas antecipadamente pelo site da Rede de Proteção Animal.


As castrações ajudam a manter a saúde dos animais, ao evitar doenças. Mas não é só isso. “Esse é um serviço que ajuda no combate ao abandono de cães e gatos nas ruas da cidade”, explicou o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Edson Evaristo.


No Boqueirão, a castração acontece ao lado da Rua da Cidadania do Carmo, no período de 10 a 21 de julho. Kathlin Klaasen já usou os serviços da Prefeitura para castrar dois cachorros, e agora trouxe uma cadela de 4 anos de idade para passar pela castração: “Eles são muito atenciosos aqui, e isso é muito importante para a saúde dos cachorros, por isso eu sempre recomendo esses serviços para todo mundo”, conta Kathlin.


Cada ação deste mês de julho abre 2.500 vagas a cães e gatos de suas regionais. Para a enfermeira da Rede de Proteção Animal, Jéssica Valente, ainda há tempo dos curitibanos levarem os seus pets.


“Isso é um serviço muito importante, porque evita muitas doenças e diminui o abandono, então é bom que tenha muitas vagas. A população vem aderindo bastante à iniciativa, mas ainda tem vagas para quem estiver interessado”, explica a enfermeira.


Serviço gratuito

A ação é coordenada pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente, como parte da política pública de proteção animal de Curitiba, de forma completamente gratuita. Flavia de Castro procurava esse tipo de castração há dois anos, agora veio com os filhos Gustavo e Rafael para castrar dois cães que adotaram.


“Eu estava de olho há um bom tempo, mas é tudo muito caro, então quando vi essa iniciativa da Prefeitura encontrei a solução. Depois a Rede de Proteção animal me ajudou com o cadastro, e eu vim aqui”, relata Flavia.

Comments


Últimas Notícias

bottom of page