top of page

Filme 'Apaixonada', com Giovanna Antonelli, chega aos cinemas no dia 14

02/12/2023


A comédia romântica traz ainda Danton Mello e Rodrigo Simas no elenco e acaba de ter seu trailer divulgado



Giovanna Antonelli está de volta ao cinema, na comédia-romântica Apaixonada, de Natalia Warth, inspirada no livro ‘Apaixonada aos 40’, de Cris Souza Fontes.



No longa, ela vive Beatriz, uma mulher que se descobre sozinha depois de se divorciar e resolve que está na hora de redescobrir a alegria de viver.


O longa é uma produção da Bronze Filmes, em coprodução com a Rubi Produtora, distribuição da Imagem Filmes e chega aos cinemas em 14 de dezembro.


Com roteiro assinado por Ana Abreu e Sabrina Garcia, e colaboração de Rodrigo Goulart, o longa acompanha o processo de redescoberta de si mesma e do amor, pelo qual Beatriz passa, que a leva a se aproximar de todas as paixões que a vida é capaz de oferecer. O elenco ainda inclui nomes como Danton Mello, como o ex-marido de Beatriz, e Rodrigo Simas, como um novo interesse romântico, além de Polly Marinho, como a melhor amiga da protagonista, Cátia Damasceno e Jonas Bloch, em participações especiais. Com estreia confirmada para 14 de dezembro nos cinemas, o longa acaba de ter seu trailer oficial divulgado.


Natalia, que estreia na direção de cinema, conta que o projeto começou quando dirigiu a novela Quanto mais vida melhor!, em 2021, e trabalhou com Giovanna. "Ela leu esse livro, adorou e me procurou dizendo que queria muito fazer algo junto comigo novamente, e achava que tinha de ser dirigido por mim. Houve uma afinidade entre nós, e quando ela se juntou com a produtora Patricia Chamon, fui convidada para dirigir o Apaixonada", explica a diretora, que tem no currículo também a série As Five e a novela Mar do Sertão.


Natalia montou uma equipe majoritariamente feminina para o filme, que inclui a diretora de fotografia Luz Guerra; a diretora de arte Priga Costa; as figurinistas Natalia Duran e Júlia Melo; e a diretora de produção Isabella Alves. “Foi um set maravilhoso, cheio de mulheres, pois meu processo é muito colaborativo. Cada uma contribuindo com sua experiência e sensibilidade para contar a história dessa mulher que vai atrás de se apaixonar pela vida.”


Em sua jornada pessoal, Beatriz acaba viajando para a Argentina. Rodar no país sul americano, segundo Natália, trouxe uma riqueza para o filme. “As cenas feitas lá deram um novo ar, que a personagem precisava. Às vezes, a gente só entende nossa vida, quando se desloca fisicamente para outro lugar, e se olhar de fora. Não adianta fugir, os problemas vão junto. Quando você consegue ver de longe, você consegue ver de forma mais clara. O público vai gostar de ver as imagens, a paisagem e o visual são incríveis.”


Para Natalia, Giovanna também foi fundamental para o filme. Além de protagonista, ela assina também como produtora e é uma atriz completa, que transita muito bem entre a comédia, o drama e o romance, elementos que já estavam presentes no filme.


“Não foi tão difícil achar o equilíbrio entre o romance e a comédia. É algo que já havia no livro, e o roteiro é muito bem escrito, então consegui debater muito com a equipe cada passagem, e afinamos uma história que emociona e faz rir – como a vida. É uma comédia divertida, e, às vezes, algo triste até te faz rir.”


Foto: Laura Campanella/Divulgação

Últimas Notícias

bottom of page