Desemprego vai a 14,4% de junho a agosto e bate recorde

30/10/2020


Nível de ocupação também foi o mais baixo da série histórica



A taxa de desemprego no Brasil ficou em 14,4% nos três meses até agosto, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 30. A mediana das previsões em pesquisa da Reuters era de que a taxa ficaria em 14,2% no período. O alto índice é o maior da série histórica do IBGE (iniciada em 2012) para o trimestre. Atualmente, são 13,8 milhões de brasileiros em busca de um emprego.


Além do desemprego alto, o nível de ocupação também foi o mais baixo da série histórica: 46,8%. Nesse trimestre, 81,7 milhões de pessoas tinham emprego, ou seja, 5% a menos do que no trimestre anterior (o que equivale a 4,3 milhões de pessoas a menos). Comparado ao ano passado, o recuo foi de 12,8% (12 de milhões de trabalhadores) em agosto de 2019.

Publicidade

Últimas Notícias

25 de Fevereiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais Certificados

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale