CASO LÁZARO BARBOSA - 63% afirmam que ação policial foi adequada, mas maioria acha que demorou muito

03/07/2021


Pesquisa foi realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas



69,1% dos entrevistados pelo Instituto Paraná Pesquisas, entre os dias 29 de junho e 2 de julho de 2021, afirmam que a polícia agiu de forma demorada no caso Lázaro Barbosa.


Dos 2008 entrevistados, 23,6% afirmam que a polícia agiu de forma rápida nesse caso e 7,4% não souberam ou não opinaram.


Quando foram perguntados se polícia agiu de forma adequada ao executar o fugitivo Lázaro, os números se invertem. 63,6% disseram que a polícia agiu adequadamente e 28,9% falaram que a polícia não procedeu corretamente. Apenas 7,4% não souberam ou não opinaram.


Lázaro Barbosa


Lázaro foi morto pela polícia após uma megaoperação de 20 dias após ser baleado e capturado pela Polícia no dia 28 de junho de 2021, em Goiás.


O assassino de 32 anos é acusado da morte de quatro pessoas de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, e de um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Goiás.


A pesquisa


O trabalho de levantamento dos dados foi feito através

de entrevistas pessoais telefônicas, não robotizadas, com habitantes de 16 anos em 192 municípios dos 26 Estados e Distrito Federal.

Últimas Notícias