A história por trás dos imóveis antigos

08/03/2021


Cibraco ocupa duas casas históricas localizadas no centro de Curitiba que acabaram de passar por reformas


Quem vê o selo da logomarca da Cibraco Imóveis, não imagina a história que ele traz. O desenho da casa remete ao imóvel que a empresa ocupa desde a década de 80, entre as ruas Ébano Pereira e Saldanha Marinho. Atualmente, a imobiliária ocupa duas casas históricas localizadas no centro de Curitiba. E, na contramão do que vem ocorrendo com muitas empresas, mesmo com a pandemia, a Cibraco investiu em suas sedes. “Em um período em que cresceu o home office, investimos no nosso patrimônio e criamos ambientes seguros e que permitam o relacionamento entre a equipe e os clientes. Ter um espaço físico para atender nossos clientes de forma especial faz parte da estratégia da empresa”, afirma o diretor da Cibraco Imóveis, Sidney Axelrud.

A Casa Saldanha, ou casa da esquina, como ficou conhecida, foi comprada na década de 80. Antes pertencia à família Schubert, que a utilizava como residência e já era uma Unidade de Interesse de Preservação (UIP), ou seja, tombada. O projeto de restauração foi feito com o arquiteto Ciro Correia Lima, um dos mais renomados na época. Em 2019, com o objetivo de tornar o ambiente mais moderno para clientes e colaboradores, bem como readequar a sede da empresa para a nova comunicação institucional, iniciou-se uma reforma interna. A arquiteta escolhida foi Francis Bley Bergman, com larga experiência em ambientes corporativos.

O projeto continuou mesmo durante a pandemia. Entre os destaques, uma sala de descompressão – um espaço para relaxar nos intervalos que faz toda a diferença para a produtividade no restante do dia. O espaço também é utilizado para treinamentos, e tem banquinhos e puffs em cores vivas, além de ser bem arejado. Atualmente, o imóvel abriga os setores comerciais da Cibraco.

Curiosidade: Em novembro de 2020, a empresa recebeu uma mensagem de Fernando Schubert, pelo Facebook. Ele quis visitar e conhecer internamente a casa que era de sua família antigamente. O pai do Fernando, o engenheiro civil Paulo Roberto Borio Schubert, contou que o avô paterno era engenheiro e construiu a casa em um terreno doado pelo sogro. “Meu pai, filho único, herdou o imóvel quando do falecimento dos meus avós. Lá se casou e constituiu a nossa família. Vivemos lá até minha mãe ter ficado viúva e sozinha com minha irmã menor habitando um imóvel muito grande para elas. Para nós filhos, que exploramos cada pedaço da casa na infância, ao passarmos hoje pelo local, só nos traz boas lembranças. Hoje, já na quarta geração dos meus avós, fiquei muito feliz pela iniciativa do meu filho em ter tido interesse em conhecer a propriedade para poder testemunhar in loco os contos e as histórias das nossas infâncias. Com certeza Curitiba se orgulha do imóvel ainda existir e ser tão bem preservado”, conta Paulo, que morou de 1951 a 1971 no local.

Já a Casa Ebano Pereira foi comprada pela empresa na década de 1990 para investimento, já que era vizinha à sede da Cibraco. Pertencia até então à família Fatuch. O imóvel ficou alugado por anos e, em 2018, com planos de expansão, a Cibraco passou a ocupar a casa também, com os setores de Marketing, Financeiro, RH e Diretoria. O projeto de reforma foi feito pela arquiteta Catherine Moro. “A ideia foi criar uma sede nova para atendimento premium e negócios próprios do grupo Cibraco, deixando a outra casa para atendimento ao público padrão”, explica Sidney.

Sobre a Cibraco Imóveis:

A Cibraco Imóveis é a imobiliária mais experiente em funcionamento no Paraná. Atua na parte de venda, locação e administração de imóveis há mais de 70 anos, nos segmentos comercial, residencial e corporativo. Foi pioneira na criação da Rede Imóveis, organização com 12 imobiliárias que atuam em modelo de parceria. Hoje está focada em atualizar o mercado imobiliário, trazendo para seus clientes novas formas de investir e ter bons resultados.

Últimas Notícias