Corumbá: o que fazer, onde se hospedar e quais os principais pontos turísticos

Com o Pantanal ocupando 60% de seu território, Corumbá passou a ser chamada de Capital do Pantanal, constituindo-se o principal portal para o santuário.

Corumbá é o destino ideal para quem é amante de ecoturismo, cultura ou pesca esportiva. A cidade é conhecida como a Capital do Pantanal e está situada na fronteira com a Bolívia, no estado do Mato Grosso do Sul. Neste conteúdo serão tratados os principais pontos turísticos que não podem ficar de fora do roteiro.

O acesso à capital pantaneira pode ser realizado por meio de carro ou ônibus, pela BR 262, ou também pelo Aeroporto internacional de Campo Grande. Na cidade, é possível fazer passeios de barco, cavalgadas, safaris, passeios pelo Pantanal, observar e conhecer diversas espécies de animais, pescar, entre outros passeios.


É possível fazer um safari pela Estrada Parque Pantanal, que tem cerca de 120 Km e liga Corumbá a outras cidades importantes como, por exemplo, Campo Grande. Vale planejar o passeio para a época em que os rios estão cheios, ou seja, entre junho e agosto. É provável encontrar espécies de araras, jacarés, sucuris, onças, capivaras, entre outros.


Também não pode faltar no trajeto passeios a cavalo ou de barco. A cidade também oferece vários atrativos culturais como o Casario do Porto - que foi tombado como Patrimônio Histórico Nacional em 1992.


Localizado no Porto-Geral da capital do Pantanal, conta com vários tipos de construções que se destacam por causa da sua arquitetura, época em que a cidade abrigava o maior terceiro porto fluvial da América Latina. No lugar, será possível conhecer diversos casarões de estabelecimentos comerciais e também residências.


No Porto, também, é possível apreciar o Rio Paraguai, local em que saem a maioria dos passeios pela região. Outra dica é conhecer o casario colonial, local que abriga o conhecido museu Muphan, que conserva um rico acervo sobre a história da região. Vale a pena conhecer!


Outra dica é visitar o Cristo Rei do Pantanal, que está situado no topo do morro do Cruzeiro. Além de contemplar uma bela vista, pode-se também observara as esculturas que representam as 14 estações da Paixão de Cristo - feitas pela artesã Izulina Xavier.


No topo do morro também é possível encontrar o Cristo. Além disso, vale a pena conhecer o Forte Junqueira, construído com o objetivo de manter a paz na região após a Guerra do Paraguai.


A Feira da Rua Ladário é tradicional e ocorre aos domingos na parte da manhã. Lá é possível encontrar vários produtos como, por exemplo, batatas e tipos diferentes de queijos. É a oportunidade ideal para conhecer os produtos típicos da região e não deixar de conhecer os famosos bolinhos de arroz com erva doce.

Na cidade, a gastronomia se destaca com a carne seca com mandioca, caldo de piranha, churrasco pantaneiro e os mais variados tipos de peixe.


Que tal programar uma viagem para Corumbá?


Uma dica é aproveitar todos os benefícios da rede Candeias e se hospedar na unidade própria do Clube Candeias - o Candeias Hotel Gold Fish. O local conta com uma estrutura completa para oferecer conforto e diversão para toda a família: piscina, playground, sala de jogos, churrasqueira e muito mais.


Vale muito a pena planejar a viagem com conforto, economia e muita praticidade.


Acesse agora: https://www.clubecandeias.com/vantagens

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest