Equipe do Centro de Estudos do Mar da UFPR resgata pirata-do-mar

A ave foi encontrada boiando entre as ilhas das Palmas e Ilha da Figueira



Terça-feira dia 30 de abril de 2019, a equipe do Laboratório de Ecologia e Conservação (LEC) da UFPR, via Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), recebeu o acionamento de um pescador para prestar atendimento a uma ave conhecida por fragata ou tesourão (Fregata magnificens).

Segundo o pescador, o animal estava visivelmente exausto, encharcado e boiando em alto mar, entre as ilhas das Palmas e Ilha da Figueira, no litoral paranaense. Essa espécie é conhecida como pirata-do-mar devido seus hábitos de caça, que incluem roubar peixes de outras espécies de aves. O macho é preto e distingui-se da fêmea por um saco gular vermelho (coloração vermelha no pescoço). Essas aves não pousam na água, pois não possuem camada de gordura protetora para regular sua temperatura, assim o encalhe da espécie muitas vezes ocorre devido ao encharcamento de plumagem e exaustão em voo.

O animal foi atendido pela equipe e translocado para o Centro de Reabilitação e Despetrolização de Fauna Marinha onde está em estabilização intensiva e já se encontra com sua temperatura estável. A equipe multidisciplinar do projeto, formada por médicos veterinários, biólogos, oceanógrafos e tratadores está trabalhando para que a reabilitação completa do animal seja rápida, viabilizando a sua reintegração ao ambiente natural.

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos. No litoral paranaense o projeto é executado pelo Laboratório de Ecologia e Conservação (LEC), do Centro de Estudos do Mar/UFPR.

19 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest