Partidos definem apoios para o segundo turno

PSDB decidiu ficar neutro após conflito de Alckmin e Doria

Com a confirmação de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições presidenciais, os demais partidos começaram a definir a posição que adotarão no pleito. E devido à intensa polarização, chama atenção a quantidade de legendas que vão optar pela neutralidade na sequência da eleição.

Democracia Cristã (DC), Novo, PP e PSDB são os que já se reuniram com as direções e definiram pela neutralidade no segundo turno. PPL, PSB e PSOL optaram por apoiar o petista Fernando Haddad, enquanto o PTB, do ex-deputado Roberto Jefferson, declarou apoio a Bolsonaro.

A decisão provocou um racha no PSDB. O prefeito de São Paulo, Jorge Doria, que está no segundo turno da disputa pelo governo do Estado, entrou em confronto com o ex-governador Geraldo Alckmin, que teve um desempenho pífio no primeiro turno para presidente. No final, o partido decidiu pela neutralidade.

28 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest