Body and Soul: Um filme de boxe de 1947, o esporte Vs capitalismo

O filme “Body and Soul”, Conta a história de Charlie Davis é um lutador de boxe que, à medida que vai obtendo sucesso na carreira, vai se envolvendo com promotores de lutas pouco éticos.

O filme “Body and Soul”, no Brasil conhecido como “Corpo e Alma”, foi dirigido por Robert Rossen, com roteiro de Abraham Polonsky. De 1947.

Breve História: Após o final da Segunda Guerra Mundial, o boxe profissional teve sua reputação marcada por acusações de influência criminal. A extensão da interferência da máfia nos resultados nunca será totalmente compreendida, mas a sombra do boxe, combinada com a celebração impenitente de violência, e uma vantagem muito mais escura que a maioria dos outros esportes. Esta escuridão percebida fez do boxe o cenário perfeito para filmes das décadas de 1940 e 1950.

Um dos melhores filmes é “Body and Soul”, sobre um boxeador cuja luta pelo sucesso é prejudicada pela ganância de homens poderosos. É uma parábola pouco velada sobre o capitalismo e como o sistema é manipulado para ricos e poderosos, à custa de pessoas honestas e trabalhadoras.

Além de seus temas polêmicos que ainda ressoam até hoje, “Body and Soul” também se destaca pelo seu trabalho de filmagem inovador. O diretor de fotografia foi James Wong Howe. Mesmo entre seus contemporâneos do filme, “Body and Soul” tem um estilo visual que representa o teste do tempo e envelheceu incrivelmente bem, e que hoje podemos ver como um dos melhores filmes sobre o boxe ainda atuais. E vale ressaltar, as cenas de lutas são muito boas.

Assista abaixo um trecho do filme

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest