Artes tribais inspiradas em padrões indígenas sagrados

Inspirado em arte de índios da Amazônia artista traduz para modernidade sinais sagrados

Para o artista Brian Gomes, as tatuagens são mais do que apenas arte corporal; elas são "o fruto maduro da alma". Tanto a abordagem espiritual de Gomes quanto a prática e sua perspectiva artística única são evidentes em sua coleção de tatuagens tribais amazônicas coloridas e simbólicas. Predominantemente inspirados pela arte indígena da região, os projetos atraentes são tão bonitos quanto significativos.

A série de tatuagens sul-americanas de Gomes apresenta linhas complexas, entrelaçadas, blocos geométricos e simétricos de cores brilhantes e motivos estilizados e inspirados na natureza, incluindo elementos florais, folhas e pássaros. Muitas das tatuagens tribais de Gomes prestam homenagem aos grupos do país que o inspiraram, do povo peruano Shipibo-Conibo ao clã brasileiro Huni Kuin. Como um admirador dos padrões profundamente sagrados pessoais para cada tribo, Gomes opta por honrar as obras de arte requintadas, imitando-as com tinta - no entanto, por respeito às crenças e rituais espirituais associados aos padrões, ele nunca cópia as sagradas criações originais dos índios.

Além da revertida estética amazônica, Gomes também cita uma miríade de outras musas em seu ofício, incluindo o pontilhismo, a geometria sagrada, o símbolo da mandala e a arte islâmica. Com uma estética tão inspirada, uma ampla gama de influências em movimento e uma evidente paixão pela forma de arte da tatuagem, Gomes conseguiu transformar uma carreira em uma jornada filosófica.

30 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest