banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Tatuagem na Turquia é considerado uma forma de arte emergente


Enquanto as tatuagens estão cada vez mais assimiladas no nosso mundo contemporâneo, ainda existem lugares onde este meio vanguardista é considerado uma forma de arte emergente. A Turquia é um bom exemplo.

Segundo o tatuador Tahir Sugur, o nível atual de cultura de tatuagem em seu país era totalmente imprevisível há quatro anos. Os tatuagens na Turquia costumavam ser considerados tabu, mas agora é uma forma de arte em expansão. Sugur diz a Konbini:


Sugur, que agora tem 31 anos, tomou conhecimento sobre a arte da tatuagem na faculdade em 2009, mas demorou cerca de seis anos para começar a praticá-la profissionalmente. Agora, Tahir não pode imaginar sua vida sem agulha e tinta, e confessa seu profundo amor por seu comércio:


"O desenho sempre foi o meu ponto mais forte, mas a tatuagem foi um mundo completamente novo. Encontrei um prazer criativo que nunca senti antes. Por causa desse sentimento, estou fazendo meu trabalho com paixão".

Um aumento recente no número de tatuadores turcos, ambos trabalhando em seu país de origem e espalhados por todo o mundo, está afetando diretamente o desenvolvimento da tatuagem como arte contemporânea e popular. Tahir agradece esse progresso frutuoso e o bom presságio para seus compatriotas. Ele explica:


"A tatuagem é uma arte bidirecional, por causa da simbiose do artista do cliente e do tatuador. Um artista é bem-vindo para expressar sua filosofia e estilo, mas, por outro lado, os clientes desenvolveram seus próprios gostos graças às mídias sociais, especialmente ao Instagram".


O trabalho pessoal de Tahir combina materiais orgânicos e linhas geométricas. Na escola de arte, ele foi criticado por seus desenhos nítidos, claros e simétricos, mas decidiu abraçar essas noções em sua prática de tatuagem. Sugur gosta quando seus objetos têm limites claros, mas isso não significa que ele esteja restringindo sua criatividade.

"Na minha cabeça, tudo está separado com linhas muito, muito afiadas. Então eu faço linhas muito afiadas nas minhas tatuagens, mas vejo a vida de uma perspectiva muito ampla".

Numa visão muito humanista, o artista explora muitos temas diferentes das artes plásticas para a natureza e a ciência. Para Sugur, tudo está conectado: "Adoro usar linhas geométricas na tatuagem porque você pode ver este esquema sistemático e matemático no universo: qualquer coisa que vemos que é orgânica tem matemática em si".

Veja algumas tatuagens desse artista feito na Turquia


4 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest