banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Repost - Guerrilheira e lutou contra ditadura fascista, sim ela a bruxa do 71 - Blog Quimera


Nascida em Madrid, Espanha, Angelines Fernández , atriz conhecida por interpretar Dona Clotilde (ou Bruxa do 71) mudou para o México logo no começo da Segunda Guerra Mundial para dar início a sua carreira de atriz. Poucos sabem disso, mas a “velha carcomida” do seriado já foi considerada uma das mulheres mais bonitas do México.

Em 1950, Angelines iniciou sua carreira artística na peça Un Corazón con Freno y Marcha Atrás. Ela foi pioneira no cinema mexicano e atuou em 14 filmes, como o clássico El Esqueleto de la señora Morales (1960). Angelines entrou para o elenco de Roberto Gómez Bolaños “Chespirito”, em 1971, e exatamente por isso sua personagem foi apelidada de “Bruxa do 71”.

Segundo o colunista do El Pais Carlos Dávalos no texto Los Niños de América Latina, antes de emigrar para o México, em 1947, María de los Ángeles Fernández Abad chegou a lutar nas guerrilhas antifranquistas.

As guerrilhas antifranquistas (ou os maquis) eram feitas por grupos de guerrilheiros que começaram durante a Guerra Civil Espanhola. Eles lutavam contra o fascismo e fugiam da ditadura de Franco, general ditador que se manteve no poder até 1975, o ano de sua morte.


História através da página As Minas na História, no Facebook. Também donas de um site, as responsáveis pelo conteúdo caçam personagens femininos importantes, mulheres que foram apagadas da história pelo machismo e/ou racismo presente em nossa cultura.

4 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest