Como prevenir a aparição e a multiplicação das sardas brancas

23/01/2022


Esteticista explica que a condição é uma consequência da frequente exposição solar



A Leucodermia Gutata, popularmente conhecida como sarda branca, costuma aparecer no rosto, costas, pernas e nos braços e pode ser bastante confundida com vitiligo.


Essas manchas esbranquiçadas, assim como as escuras, são uma consequência da exposição exagerada ao sol.


No entanto, as manchas escuras surgem devido à grande produção de melanina que confere a cor da pele, enquanto as brancas são causadas pela falta de melanina.


No entanto, essas sardas não são malignas, muito menos contagiosas. “As sardas brancas não causam nenhum incômodo físico além da insatisfação estética”, explica a esteticista dermaticista, Patrícia Elias. “A pigmentação diferente afeta a uniformidade da pele, causando na maioria das vezes uma aparência envelhecida”, afirma.


Segundo a especialista, para prevenir a aparição ou a multiplicação dessas manchas, o ideal é evitar a constante exposição solar, principalmente durante os horários mais quentes, entre 10h e 16h. Um bom protetor solar também é essencial e deve ser aplicado diversas vezes em todo o corpo, não somente no rosto, caso a exposição ao sol seja prolongada.


“Caso o problema já tenha se desenvolvido, o inverno é a melhor estação para começar o tratamento, pois as pessoas estão mais protegidas por roupas e se expõem menos ao sol”, esclarece a esteticista. Para quem busca resgatar a coloração da pele, o ideal é procurar um bom profissional para analisar o caso, pois há vários procedimentos que podem ser realizados como: peeling químico pontual, microagulhamento, foto terapia, entre outros


De acordo com Elias, os métodos citados são ideais para todos os tipos de pele, contanto que o paciente não tenha alguma contraindicação "A duração depende muito de cada organismo, dos cuidados diários e da quantidade de manchas de cada paciente. Após os procedimentos é imprescindível manter o uso dos produtos indicados pós tratamento, inclusive o protetor solar, e outras formas de cuidado, como roupas e chapéus”, alerta.


Últimas Notícias