Clubes da capital se manifestam contra o racismo

Times reagiram aos protestos pela morte de George Floyd, nos EUA



Os clubes da capital Athletico, Coxa e Paraná reagiram nessa segunda-feira via redes sociais ese manifestaram contra o racismo, após os protestos realizados em todo o mundo. O motivo foi o caso do ex-segurança George Floyd, de 40 anos, que foi morto por um policial branco no último dia 25 ao ser imobilizado com o joelho em seu pescoço até ele ficasse sem ar, nos EUA.


Os clubes se uniram e citaram jogadores negros que se destacaram na história dos clubes para apoiar a ideia contra o racismo.


O Athletico lembrou do lateral-direito Djalma Santos e dos atacantes Ziquita e Kléber Pereira. Já o Paraná Clube citou meia Saulo, o atacante Borges e o lateral-direito Balu.


O Tricolor também trocou sua foto de perfil no Twitter por símbolo em preto e branco. Pelo Coritiba, os jogadores citados foram Moacir Gonçalves, primeiro atleta negro a atuar pelo Coxa, e ainda o zagueiro Reginaldo Nascimento e goleiro Jairo. Todas as mensagens usavam sempre a hashtag: #VidasNegrasImportam.

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest