banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Antonina oferece passeios pela história da cidade e sua gastronomia

Cidade paranaense onde se encontra o Marco Zero da Estrada da Graciosa alia mar, rios, morros, serra, rico acervo arquitetônico e cultural, saborosa gastronomia e aconchegantes pousadas.

Antonina nasceu das catas e faisqueiras de ouro que em meados do século XVII existiam na região. Em 1714, foi autorizada a construção de uma capela em homenagem à Virgem do Pilar nesse pequeno povoado e, assim, em 12 de setembro de 1714 ficou considerada a data de fundação de Antonina, sendo conhecida como Capela, seus habitantes foram chamados de “capelistas”. Antonina tem seu conjunto histórico e paisagístico tombado como Patrimônio da União. Possui uma paisagem privilegiada, emoldurada pelos morros circundantes e pelas escarpas da Serra do Mar, com vegetação exuberante, sendo banhada pelas águas tranquilas da Baía de Antonina, onde o Atlântico avança em profundidade até encontrar a foz do rio Cachoeira. A cidade onde se encontra o Marco Zero da Estrada da Graciosa alia mar, rios, morros, serra, rico acervo arquitetônico e cultural, saborosa gastronomia e aconchegantes pousadas.


COMO CHEGAR BR 277, após a descida da serra, seguir pela PR 408, ou ainda pela Estrada da Graciosa, a partir da BR 116 no Portal da Graciosa pegar a PR 410. Distância: 77 km de Curitiba.


INFRAESTRUTURA DE ACESSO

Rodoviária Terminal Rodoviário Rua XV de Novembro, s/nº Tel. (41) 3432-1272 Empresa de ônibus Viação Graciosa Tel. (41) 3320-3092 / 3223-0873 (Curitiba) Site: www.viacaograciosa.com.br


O QUE VISITAR

Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar (Santuário Nossa Senhora do Pilar) Fundada em 1715, sua origem se confunde com a história da cidade. Ganha importância por sua antiguidade. Foi tombada pelo Patrimônio Histórico do Paraná em 1999. Localiza-se na Praça Coronel Macedo - Centro.

Igreja de São Benedito Construção secular de 1824, que segundo a tradição serviu de refúgio religioso dos escravos. Localiza-se na Rua Doutor Carlos Gomes da Costa.

Igreja Bom Jesus do Saivá Sua construção teve início em torno do ano de 1835. Tombada em 1970 pelo Patrimônio Histórico do Paraná. Localiza-se na Praça Carlos Cavalcanti próximo a Estação Ferroviária.

Centro Histórico, Apresenta edifícios com características do colonial brasileiro, eclética e art-deco. Por seus valores históricos e paisagísticos, o centro histórico de Antonina foi tombado pelo IPHAN em 2012. Inclui-se na área protegida, as ruínas de um raro exemplar da arquitetura industrial do início do século XX, conhecido como Complexo Matarazzo, que representa a fase áurea da industrialização e atividade portuária no Paraná.

Sede da Prefeitura Municipal, O prédio que serve de sede à Prefeitura Municipal é uma construção de aspecto centenário, datada de meados do século XIX. Possui uma placa comemorativa do 44º ano de visita do Imperador D. Pedro II a Antonina. Localiza-se na Rua XV de Novembro, 150. Tel. (41) 3978-1000.

Teatro Municipal Construído no início do século XX (1906), durante a fase áurea da economia antoninense, em estilo eclético, rico em adornos. Localiza-se na Rua Doutor Carlos Gomes da Costa, 322. Tel. (41) 3978-1093. Atendimento: segunda-feira a sexta-feira das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h.

Fonte da Carioca Abasteceu a cidade de água de 1867 a 1930, tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná em 1969.

Praça Coronel Macedo, É o mais antigo logradouro da cidade, possui em seu entorno, diversos monumentos que provam o esplendor do ciclo da erva-mate, como o coreto, o chafariz, o busto de Getúlio Vargas e a Carta Testamento.

Praça Romildo Gonçalves Pereira – Praça Feira-Mar Local para descanso e contemplação das ilhas e montanhas de Antonina. Possui ancoradouro, um espaço destinado ao esporte e quiosques. Recanto Poti Monumento em homenagem ao artista plástico Poti Lazarotto. Mosaico feito com ladrilhos hidráulicos, obra do ceramista Adoaldo Lenzi que retrata pontos pitorescos da cidade. Inaugurado em 1987. Localiza-se no prolongamento da Avenida Nenê Chaminé - Centro.

Recanto do Cabral, O lugar é cercado por um pequeno bosque e possui rampa natural para aportar embarcações dos moradores da região e turistas que descem a serra para pescar. Atualmente este local é o único em que se atraca com qualquer maré. Localiza-se no Bairro da Graciosa de Baixo a 3 km do centro.

Recanto do Rio do Nunes Praia fluvial, em área gramada e arborizada com equipamentos de lazer nas duas margens. Possui áreas para acampamento, churrasqueiras, vestiários e sanitários. Localiza-se a 16 km de Antonina, no Distrito do Cacatu, com acesso pela PR 340.

Estação Ferroviária Inaugurada em 07 de setembro de 1922, por ocasião das festividades de comemoração do Centenário da Independência do Brasil. Foi restaurada e hoje funciona no local um espaço cultural e o Centro de Apoio ao Turismo. Localiza-se na Praça Carlos Cavalcanti, s/nº. Tel. (41) 3978-1076.

Porto de Antonina - Terminal Barão de Teffé Quando do apogeu da erva-mate no Paraná, o Porto de Antonina chegou a ser o quarto do Brasil. O Porto passou por uma ampla reestruturação, ampliação e modernização, encontrando-se em funcionamento. Localiza-se na Avenida Conde Matarazzo. Tel. (41) 3978-1306.

Terminal Portuário Ponta do Felix, É o mais moderno terminal para cargas refrigeradas da América do Sul. Investimento da iniciativa privada. Para visitas entrar em contato com a empresa. Localiza-se na Rua Engenheiro Luiz Augusto de Leão Fonseca, 1520 - Itapema de Baixo. Tel. (41) 3432-8000 / 3432- 8057.

Vale do Gigante, É uma rede empresarial de Turismo de Base Comunitária composta por meios de hospedagem, meios de alimentação, serviços de Guias e Condutores, aventura, observação de flora e fauna e artesanato locais. Tem como principais atrativos turísticos naturais o Pico Paraná e a Serra do Ibitiraquire, os rios Cachoeira, Cacatu e do Nunes, a Cachoeira do Saci, a Usina Hidrelétrica Governador Parigot de Souza. Informações tel. (41) 3432-7098.

Pico do Paraná, Situado na divisa entre Antonina e Campina Grande do Sul, possui 1962 metros, sendo o mais alto do sul do Brasil. Foi descoberto por Reinhard Maack e conquistado em julho de 1941. O Pico faz parte do roteiro dos aficionados pelo montanhismo. Pertence o ponto culminante a Antonina. Acesso pela BR 116 via Campina Grande do Sul (com entrada na Ponte Rio Tucun) ou por trilhas via Bairro Alto, em Antonina. Informações com o Instituto Ambiental do Paraná – IAP Tel. (41) 3213-3849.

Usina Hidrelétrica Governador Viriato Parigot de Souza (CapivariCachoeira) É a maior central geradora subterrânea do sul do país, construída com o aproveitamento dos rios Capivari e Cachoeira. Foi inaugurada em 1971. O acesso se dá pela PR 340. As visitas deverão ser previamente agendadas junto a Companhia Paranaense de Energia Elétrica – COPEL. Tel. (41) 3462- 8400 E-mail: visitas.gps@copel.com

Rio Cachoeira, nas corredeiras do rio Cachoeira com início na localidade do Bairro Alto e término próximo à foz do rio Capivari em um percurso de aproximadamente 3 km, é possível tomar banho de cachoeira, caminhar em suas margens e praticar rafting. Localiza-se na Estrada do Bairro Alto, com acesso pela PR 340.

Bairro Alto Com seus rios, cachoeiras e densa vegetação se consolidaram como área de lazer e caminhadas ecológicas, não só pelos seus apelos naturais, mas pelo interesse histórico, como os vestígios da antiga Usina Cotia, pelo lugar onde teve início a colonização japonesa no Paraná, ou ainda, pelas inúmeras trilhas, como a da Conceição que outrora fazia a ligação entre o local e Apiaí/São Paulo e cujos trechos remanescentes permitem que se percorra o trajeto entre a Represa do Capivari e o Bairro Alto.

Baía de Antonina localiza-se no extremo oeste da Baía de Paranaguá. A cadeia de montanhas da Serra do Mar que a cerca forma uma belíssima paisagem, principalmente ao amanhecer, quando o mar avança no continente. Possui uma das maiores reservas intocadas de manguezais do mundo. Cercada pela cadeia de montanhas da Serra do Mar é possível realizar passeios de barcos.

Ponta da Pita e Prainha Formação rochosa que avança para a baía constitui-se num agradável local de lazer, ideal para banhos, pescarias, piqueniques e prática de esportes náutico. Possui lanchonetes, restaurantes e rampa para barcos pequenos.


ONDE DORMIR (Cadastrados no Ministério do Turismo)

Hotel Camboa Antonina Rua: Valle Porto, 208 - Centro Histórico Tel: 55 (41) 3432-3267 Site: www.hotelcamboa.com.br

Pousada das Laranjeiras Rua Ermelino de Leão, 94 – Centro Histórico Telefone: (41) 3432-1601 ou (41) 9153-4580 Site: http://www.pousadadaslaranjeiras.com.br


ONDE COMER

Cantina Casa Verde Tva. Marinho de Souza Pinto, 34 - Calçadão, Centro Tel: (41) 3432-3612

Restaurante Brisa do Mar Rua Conselheiro Antônio Prado, 69 - Mercado Municipal Tel. (41) 3432-0251

Restaurante Buganvil Av. Conde Matarazzo, 721 Tel. (41) 3432-1434

Restaurante Caçarola do Joca R. Antônio Prado, 42 Tel. (41) 3432-1286 Restaurante Caiçarinha Rua Dr. Rebouças, 258 Tel. (41) 3432-4358

Restaurante Gusso Rua Salvador Graciano, s/n - Prainha Tel. (41) 3432-0273

Restaurante O Celeiro Ponta da Pita Tel. (41) 99653-0617

Restaurante e Petiscaria Cantinho de Antonina Rua Antônio Prado, 55 - Mercado Municipal, Centro Telefone: (41) 3432-0332

Restaurante Maré Alta Rua XV de Novembro, 122 – Centro Telefone: (41) 3432-4875 ou 99526-8347 Restaurante Sombreiros Ponta da Pita Tel. (41) 3432-0926 ou 99679-8411

26 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest