Mike Tyson e uma vitória difícil sobre Tony Tucker em 1987

Esse confronto aconteceu no dia 1º de agosto de 1987, para a unificação dos títulos pesados da IBF, WBC,WBA

O confronto de 1º de agosto entre o campeão do WBC e da WBA Mike Tyson e o líder da IBF, Tony Tucker, foi um esforço da HBO para limpar a bagunça da divisão.

Tyson não estava bem, em junho, ele foi acusado de abraçar uma funcionária de um estacionamento e exigir que ela desse um beijo. Foi então alegado que ele bateu em uma pessoa quando tentou salvar a garota. Tyson foi acusado de agressão, mas acabou se livrando do tribunal por uma multa de US $ 105.000.

Duas semanas antes da luta com Tucker, houve relatos de que Tyson de 21 anos havia brigado com seu treinador Kevin Rooney e deixado o treinamento por quatro dias.

Tucker teve problemas pessoais para superar. Poucos dias antes da luta, ele recebeu documentos legais de Dennis Rappaport, que possuía 21% de seu contrato administrativo, por honorários não pagos no valor de US $ 540.000 em suas últimas quatro lutas.

O Las Vegas Hilton sediou a grande guerra que foi definida para durar 15 rodadas, mas o WBC interviu e exigiu que só iria a 12 rounds. Eles conseguiram diminuir a quantidade de round, e no dia anterior à luta, foi anunciado que seria uma luta de 12 rounds.

Tucker surpreendeu a todos - incluindo Tyson - começando rápido. Um lindo uppercut esquerdo pegou Tyson de jeito, e o favorito cambaleou para trás, suas pernas musculosas correram para trás para mantê-lo em pé. Mas Tyson não foi ferido e voltou para a batalha e levou a rodada de três scorecards dos juízes.

O azarão permaneceu como uma ameaça. Mas Mike estava inquestionavelmente no controle, e no quarto round ele mostrava força e precisão quando agredia o corpo e a cabeça de Tucker.

‘TNT’, como era conhecido o campeão da IBF, afirmou depois que ele havia machucado sua mão direita em seus treinamentos e a quebrou no meio da luta. Tucker pensou em desistir de antemão, mas achou que não haveria outra chance.

Suas alegações de lesão parecem precisas quando a luta é revisada; A performance de Tucker certamente diminuiu a partir da sexta rodada. No sétimo round, ele começou a evitar a mão direita e usar intensamente à esquerda. Tyson não gostou disso e acertou seus próprios socos enquanto Tucker repetidamente tentava fazer o que podia.

Após 12 rodadas de cativantes golpes, mas longe de ser emocionante, Tyson foi declarado vencedor por decisão unânime. Com as pontuações - 119-111, 116-112, 118-113 - e alegou que merecia vencer. Ninguém acreditava nele, é claro, mas as estatísticas do soco revelaram que ele deu 40 socos a mais que os 412 de Tyson. Ele foi derrotado por 216 a 174, e os golpes de Tyson tiveram muito mais peso.

Tyson estava se aproximando de seu ápice, mas seu treinador, Kevin Rooney, profeticamente disse: “Seu próprio tédio pode ser um problema. Ele poderia ficar no topo por muito tempo - se é isso que ele quer. Isso é um grande "se". Isso é com ele. Ele está sob muita pressão e os próximos anos serão um problema. Ele não vai amadurecer até os 25 anos.”

Publicidade

Últimas Notícias

4 de Março de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais Certificados

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale