Paraná avança no acesso a vacinas e modernização da infraestrutura | Notícias | Curitiba | Jornale

Paraná avança no acesso a vacinas e modernização da infraestrutura

01/08/2020

Em quatro meses o Estado abriu 1.054 leitos de UTI adulto, 49 de UTI pediátrica e 1.557 de enfermaria 

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou nesta semana um termo de cooperação técnica e científica com a China para iniciar a testagem e a produção de vacina contra a Covid-19 no Estado, por meio do Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná). A intenção é que nos próximos 15 dias o termo seja submetido aos órgãos regulatórios. Após a aprovação, deve ser iniciada a fase de testagem da população.

 

O Governo do Estado também ampliou os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital do Rocio, de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, e no Hospital Regional de Telêmaco Borba, nos Campos Gerais. O primeiro espaço conta agora com 125 leitos adultos exclusivos para atendimento a pacientes com a infecção causada pelo novo coronavírus. Em quatro meses o Estado abriu 1.054 leitos de UTI adulto, 49 de UTI pediátrica e 1.557 de enfermaria.

 

A semana também reservou boas notícias na infraestrutura. O novo Anel de Integração deve ter aproximadamente 2,1 mil quilômetros de trechos duplicados e 14 novos contornos. As principais obras devem ser realizadas até o nono ano dos novos contratos. Também foi entregue a obra na Avenida das Américas, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, projetada para a Copa de 2014; e o maior projeto de reurbanização da história do Litoral do Paraná, intervenção de quase R$ 500 milhões.

 

Há, ainda, previsão de obras em mais 260 quilômetros de rodovias estaduais. O projeto de remodelação do “eixo estruturante” está dividido em cinco lotes e inclui quatro rodovias: PR-487, PR-460, PR-272 e PR-466.

 

A semana ainda trouxe alterações legislativas importantes para o Estado. O governador autorizou a transformação da Granja do Canguiri, ex-residência oficial dos governadores do Paraná, na Escola Agrícola 4.0; sancionou a lei que proíbe a posse, uso, fabricação, comercialização e transporte da mistura de cola e vidro, popularmente conhecida como cerol ou linha chilena; e assinou a lei que amplia a área de atuação e a competitividade Sanepar, aproximando o Estado da universalização de redes de coleta de resíduos e estações de tratamento.

 

Na economia, o Paraná registrou saldo positivo de 2.829 empregos com carteira assinada em junho. Foi o primeiro balanço positivo após três meses de baixas, apontando certo reequilíbrio da economia. O Estado apresentou em junho nível de ocupação de 55,4% dos moradores, terceiro maior do País. No Brasil, o nível de ocupação, que representa o percentual de pessoas em idade de trabalhar que estão efetivamente ocupados, está em 49%.

 

Na segurança pública, a Polícia Civil do Paraná atingiu índice de 88,6% de solução de homicídios no primeiro semestre em Curitiba e as forças de segurança do Paraná apreenderam 70 toneladas a mais de drogas no primeiro semestre de 2020.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest