Mesa solidária amplia atuação e ganha apoio dos Sacolões da Família | Notícias do Brasil e do Mundo Hoje | Curitiba | Jornale

Mesa solidária amplia atuação e ganha apoio dos Sacolões da Família

30/06/2020

A distribuição gratuita diária de refeições continua normalmente nos Restaurantes Populares do Capanema e Rui Barbosa e no Centro POP Mário Tourinho, no Jardim Botânico. 

A partir desta semana, o programa Mesa Solidária da Prefeitura amplia sua atuação com novos parceiros doando alimentos para entidades filantrópicas que os distribuem para locais de longa permanência, como asilos, casas de recuperação de dependentes e creches, bem como para famílias carentes. 

 

Lançado no fim de 2019, o Mesa Solidária começou como uma ação conjunta de vários órgãos do município, como Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN), Fundação de Ação Social (FAS) e Secretaria Municipal de Defesa Social, que cedem espaços e apoio logístico, com instituições religiosas, organizações não-governamentais (ONGs) e movimentos de apoio às pessoas em situação de rua, que adquirem, preparam e servem os alimentos.

 

A distribuição gratuita diária de refeições continua normalmente nos Restaurantes Populares do Capanema e Rui Barbosa e no Centro POP Mário Tourinho, no Jardim Botânico. 

 

Os primeiros parceiros da nova atuação do Mesa Solidária são os Sacolões da Família, que comercializam frutas e verduras a preços mais acessíveis. Na última segunda-feira (29/6), representantes de quatro unidades - Boqueirão, Pinheirinho, Vila Sandra (CIC) e Fazendinha - fizeram a entrega de 1 tonelada de hortifrútis que perderam o padrão comercial (têm algum tipo de “machucadinho”). 

As hortaliças e frutas dos Sacolões da Família foram recebidas por equipes da Associação Batista de Ação Social de Curitiba (Abasc), do Instituto Paranaense de Cegos, da Associação Padre João Ceconello e do Projeto Fazendo a Diferença (Fazdi), de apoio a pessoas com dependência química. 

 

“Fizemos um trabalho de sensibilização, durante este mês, e os permissionários dos Sacolões da Família tiveram a solidariedade despertada, principalmente, neste momento de pandemia do novo coronavírus”, destacou Luiz Gusi, secretário Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN).

 

Claudete Dorocinski, coordenadora dos Sacolões da Família, explicou que a coleta dos hortifrutigranjeiros será feita toda segunda-feira, inicialmente, nas quatro unidades. Mas, segundo ela, há uma expectativa de que mais Sacolões apoiem entidades do Mesa Solidária.  

 

Atualmente, o programa da Prefeitura conta com 14 Sacolões da Família que comercializam frutas e verduras ao preço único de R$ 2,29 o quilo.

 

Karla Fonseca Pereira, assistente social da Associação Batista de Ação Social de Curitiba (Abasc), agradeceu aos permissionários dos Sacolões da Família por apoiarem as entidades parceiras da Prefeitura no Mesa Solidária. “As doações das frutas e verduras vão nos ajudar a diversificar as refeições servidas no Mesa Solidária da Plínio Tourinho e também distribuir os alimentos para famílias carentes de bairros como Parolin, Uberaba e Campo Comprido", contou ela. 

 

Só a Abasc recebeu, na segunda-feira (29/6), 300 quilos de hortifrútis do Sacolão da Família do Fazendinha e a gerente da unidade, Marcela Araújo, afirmou que a adoação dos alimentos é muito gratificante para todos os envolvidos. “Temos que ajudar em um momento tão difícil”, reiterou ela.

 
Feirantes

A parceria dos Sacolões da Família com o Mesa Solidária está ainda alinhada à missão da Prefeitura de reduzir o desperdício e promover o aproveitamento integral dos alimentos.

 

“Unidos somos mais fortes e, neste momento de pandemia do novo coronavírus, o programa se tornou ainda mais importante, pois mais pessoas estão precisando ter acesso a uma alimentação de qualidade”, reforçou Morgiana Maria Kormann, nutricionisa da SMSAN e coordenadora do Mesa Solidária.

 

Ela lembrou que, desde maio, os Feirantes de Curitiba também estão apoiando entidades parceiras do Mesa Solidária. A coleta dos hortifrutigranjeiros é feita em cinco locais. Às terças-feiras, na feira do Rebouças; às sextas-feiras, na feira do Água Verde; aos sábados, nas feiras do Alto da Glória e 19 de Dezembro (orgânica), no Centro; e aos domingos, na Feira da Praça 29 de Março, no Mercês. 

 

Parceiros do Mesa Solidária, como o grupo Mulheres do Bem, formados por chefs da capital, e a Igreja Presbiteriana do Capão da Imbuia, recebem as frutas e verduras dos feirantes que são usadas no preparo das refeições servidas no Restaurante Popular do Capanema e no Centro POP Plínio Tourinho. 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest