Assembleia aprova requerimento contra corte de verbas nas universidades | Notícias | Curitiba | Jornale

Assembleia aprova requerimento contra corte de verbas nas universidades

21/05/2019

Reitor da UFPR explicou orçamento da instituição aos deputados

 

 

Os deputados estaduais do Paraná aprovaram na sessão plenária desta segunda-feira (20) um requerimento, assinado por 27 parlamentares, que será enviado ao presidente da República, Jair Bolsonaro e ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, em que reivindicam que seja revista a decisão sobre o contingenciamento de verbas para as universidades e institutos federais. O documento foi aprovado depois do o reitor da Universidade Federal do Paraná UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, afirmar durante pronunciamento no Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) que o contingenciamento de gastos proposto pelo Governo federal para o ensino público superior pode inviabilizar o funcionamento das instituições federais no estado a partir de agosto.

“Não só a Universidade Federal do Paraná, mas o conjunto das universidades federais brasileiras e os institutos federais, a partir do início do segundo semestre, não terão mais condição de funcionamento. As verbas que foram cortadas são para manutenção, água, luz, limpeza e vigilância. Não há instituição que funcione sem isso”, ressaltou o reitor. O documento assinado pelos deputados do Paraná frisa que a medida “uma vez consolidada, é um retrocesso no ensino superior e atinge todas as áreas e os menos favorecidos, causando prejuízos em todos os setores de ensino”.  “Estes cortes podem comprometer o ano letivo, o funcionamento das instituições, como o dos restaurantes, as residências e até mesmo a formatura dos acadêmicos”, cita o documento.

O reitor falou na Assembleia em nome das quatro instituições – UFPR, UTFPR, IFPR e Unila – e frisou os efeitos do bloqueio de 30% sobre o orçamento, durante exposição requerida pelo primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), e pelo deputado Professor Lemos (PT). “Alguns querem minimizar o impacto destes cortes afirmando que não são 30%, mas apenas 3,5%. Eu esclareço: o orçamento da UFPR, efetivamente, é de R$1,543 bilhão, dos quais R$ 1,382 bilhão é da folha de pagamentos, ativos e inativos”, explicou o reitor, especificando o valor de R$ 161,9 milhões para o funcionamento da universidade em 2019. “O corte foi de 30% sobre este valor”, ponderou.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba - Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Siga Jornale

  • Pinterest