Polícia do Paraná matou 18% mais em 2018 | Notícias | Curitiba | Jornale

Polícia do Paraná matou 18% mais em 2018

17/01/2019

Levantamento foi realizado pelo Gaeco

 

 

As mortes em confrontos com policiais no Paraná aumentaram 18,9% no comparativo entre 2018 e 2017, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (17) pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR).

Foram 327 mortes por policiais registradas em 2018, ante 275 em 2017, segundo o MP-PR.

O número do ano passado é o maior desde 2015 - quando o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) passou a acompanhar os casos. A estatística representa, em média, uma morte a cada 26 horas.

Em 2018, foram 312 mortes em confronto com policiais militares, 12 em confrontos com policiais civis e três com guardas municipais, conforme o MP-PR. O levantamento não mostra quantos policiais morreram em confronto.

Para o coordenador do Gaeco, Leonir Batisti, o quadro de violência na sociedade tem se acentuado e as polícias se inserem no contexto.

"Lamentavelmente, temos observado um aumento das mortes ano a ano, desde que começamos a fazer essa coleta de dados", afirma.

Segundo ele, a maioria dos casos envolve situações em que os policiais chegam a uma ocorrência ainda em andamento, como assaltos com suspeitos armados. "Mas há também aquelas situações que são duvidosas, para usar um termo bem leve", aponta.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest