Ex-assessor é preso por matar ex-governador Gerson Camata | Notícias | Curitiba | Jornale

Ex-assessor é preso por matar ex-governador Gerson Camata

27/12/2018

Camata foi senador e governou o Espírito Santo

 

 

O autor dos disparos que mataram nesta quarta-feira, 26, o ex-senador e ex-governador do Espírito Santo Gerson Camata (MDB) seria um ex-assessor do emedebista. O crime aconteceu na rua Joaquim Lyrio, na Praia do Canto e a motivação teria sido uma ação judicial movida por Camata contra seu ex-funcionário.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, Nylton Rodrigues, o ex-assessor Marcos Venicio Moreira Andrade, 66, que trabalhou durante 20 anos com Camata, confessou o crime. Ele foi preso e presta esclarecimentos no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), órgão da Polícia Civil.

“O autor do homicídio está preso. Já confessou o crime”, disse Rodrigues. “A arma utilizada foi apreendida e a motivação do crime lamentável é uma ação judicial movida pelo nosso ex-governador em desfavor de um ex-assessor seu. Esse ex-assessor trabalhou com Camata por 20 anos e teve R$ 60 mil bloqueados em sua conta. (Nesta quarta), na Praia do Canto, o autor do crime foi tirar satisfação ao encontrar Camata na rua. Neste encontro, iniciou-se uma discussão verbal, quando Marcos sacou uma arma e efetuou os disparos.”

Radialista e economista formado pela Universidade Federal do Espírito Santo, Gerson Camata foi senador de 1987 a 2011. Governou o Espírito Santo entre 1983 e 1986. Antes disso, foi deputado federal, estadual e vereador em Vitória.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

ALEP_MASCARAS-COVID-19_BANNER_motivo01_3
Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba - Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest