Prefeitura de Curitiba começa cadastrar venezuelanos | Jornale

Prefeitura de Curitiba começa cadastrar venezuelanos

06/10/2018

Grupo de 93 imigrantes foi recebido e recebe apoio da Prefeitura

 

 

A Prefeitura de Curitiba começou neste sábado (6/10) o cadastramento dos venezuelanos que chegaram à cidade no dia 25 de setembro. Pelo menos 60 de 93 imigrantes foram atendidos no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Novo Mundo, unidade da Fundação de Ação Social (FAS) de referência para o grupo que está abrigado na Casa da Acolhida Dom Oscar Romero, da igreja católica, no bairro Fanny.
Neste momento, segundo a supervisora da FAS na Regional Pinheirinho, Maria Inês Gusso Rosa, o trabalho da assistência social se concentrará na inclusão dos imigrantes no Cadastro Único, sistema do governo federal para acesso a serviços e concessão de benefícios assistenciais. “Esse é o primeiro passo para a emancipação de todo cidadão”, disse.
Como todos ainda não têm renda em função do desemprego, eles terão direito inicialmente ao Bolsa Família. O valor inicial do benefício é de R$ 89,00 por pessoa, mas o valor pode variar de acordo com o número e idade das pessoas em uma família. Como estão vivendo em uma moradia coletiva, os imigrantes não terão isenção das tarifas de água e energia elétrica.
Para fazer o atendimento, a FAS abriu as portas do Cras excepcionalmente neste sábado. Mas desde a chegada do grupo à cidade, a equipe da Fundação está em contato com os coordenadores do abrigo para orientar sobre os demais serviços ofertados pelo município, como acesso à escola e ao cartão transporte. Como muitos chegaram debilitados, a Saúde também está fazendo atendimentos. A intermediação de mão de obra está sob a responsabilidade da Agência do Trabalhador, do Governo do Estado.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias Online de Curitiba

Siga Jornale