Jogadores do Atlético se revoltam com pênalti inexistente | Notícias | Curitiba | Jornale

Jogadores do Atlético se revoltam com pênalti inexistente

01/10/2018

Santos venceu com um gol em lance inventado pelo árbitro

 

 

O Atlético foi ao litoral paulista em busca de sua primeira vitória como visitante no Campeonato Brasileiro, mas perdeu para o Santos por 1 a 0, na Vila Belmiro, em cobrança de um pênalti inexistente, aos 51 minutos do segundo tempo. Com o resultado, o Rubro-Negro ficou nos 33 pontos, na 11ª colocação. Revoltados, os jogadores partiram para cima da arbitragem após o final da partida.

O atacante Marcelo Cirino acredita que o time se comportou bem, mas foi prejudicado nos acréscimos. “Infelizmente, mais uma vez o Atlético é prejudicado. A gente trabalhou, sabíamos que seria um jogo complicado, o Santos jogando aqui é fortíssimo. Fizemos um grande jogo mas, infelizmente a arbitragem complicou o jogo. Não é desculpa. Agora, tem o jogo da Sul-americana para fazer em casa e sair classificado”, avaliou.

Experiente, o zagueiro Paulo André não poupou palavras em relação ao árbitro Caio Max Augusto Vieira e expressou seu sentimento após a marcação da penalidade. “Roubado, assaltado. Completamente inseguro (o árbitro), favorecendo o time da casa. Sentiu a pressão e no final fez o que fez. E por isso que não dá para colocar um árbitro desse nível a essa altura do campeonato, só atrapalha”, lamentou.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias Online de Curitiba

Siga Jornale