Atropelamento de ex-jogador de vôlei teria sido crime passional | Notícias | Curitiba | Jornale

Atropelamento de ex-jogador de vôlei teria sido crime passional

09/07/2018

Elder Coutinho morreu na quinta-feira (5) em Assis Chateaubriand

 

 

 

O delegado de Assis Chateaubriand, Thiago Teixeira, afirma que o secretário de Esportes do município e ex-jogador de vôlei, Elder Coutinho, de 29 anos, foi assassinado por motivos passionais.

Coutinho foi atropelado na última quinta-feira (5), em frente ao ginásio de esportes, onde funcionava a secretaria, por uma caminhonete que chegou a atravessar a parede e cair sobre a arquibancada. O secretário morreu logo após ao acidente e outros dois adolescentes ficaram feridos.

“Com base nas testemunhas que ouvimos, concluímos que o crime foi passional, por ciúmes. Em depoimento, a esposa do autor disse que teve um relacionamento extraconjugal com a vítima [o ex-jogador] e que o marido descobriu o caso na terça-feira”, revelou o delegado.

O motorista do veículo, Gilvane Bazanella Lulu, de 34 anos, foi preso em flagrante suspeito de homicídio qualificado ainda na quinta, depois de se apresentar à polícia. Na sexta-feira (9), ele teve a prisão preventiva decretada.

No primeiro depoimento, ainda pela manhã, ele afirmou que perdeu o controle da direção do veículo. À tarde, em novo depoimento, ele ficou calado. Ele voltou a se manter em silêncio na audiência de custódia, na sexta.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba - Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest