Família reconhece corpo de estudante desaparecida há um mês | Destaques | Jornale | Curitiba

Família reconhece corpo de estudante desaparecida há um mês

10/06/2018

Corpo da jovem foi encontrado na Estrada da Graciosa

 

 

A família de Andriele Gonçalves da Silva, de 22 anos, reconheceu o corpo na Estrada da Graciosa. O reconhecimento foi feito no sábado (9) por meio de uma blusa e de uma tatuagem. O corpo foi encaminhado ao IML de Curitiba, onde passará por exames complementares, como o da arcada dentária.

A mãe de Andriele, Cleusa Gonçalves, se manifestou através de uma rede social.

A estudante de Direito sumiu no dia 9 de maio e, desde então, a família não havia tido mais notícias. O corpo atribuído a ela foi encontrado no quilômetro 9 da Estrada da Graciosa, em Morretes, no Litoral do Paraná, na tarde de sexta-feira (8).

A família da jovem acompanhou o resgate e seguiu para o Instituto Médico-Legal (IML) de Paranaguá, onde, de acordo com a polícia, uma tia reconheceu que o corpo é da estudante.

A Polícia Civil, no entanto, aguarda resultados oficiais de exames complementares para confirmar se trata-se mesmo de Andriele.

O ex-marido dela, o policial militar Diogo Costa, foi preso como o único suspeito do desaparecimento. Ao ser interrogado pela polícia, ele preferiu ficar em silêncio.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias Online de Curitiba

Siga Jornale