Alguns confrontos do boxe mundial para lembrar hoje, dia 05 de junho | Destaques | Jornale | Curitiba

Alguns confrontos do boxe mundial para lembrar hoje, dia 05 de junho

05/06/2018

Hoje dia 05 de junho celebramos Miguel Cotto e os outros heróis que fizeram desse dia um dos muitos dias que histórias do boxe devem ser lembrados

Em 1925, Gene Tunney, peso-pesado, perfeito em ambos os aspectos e habilidades no boxe - estava perseguindo o formidável rei Jack Dempsey.

Em 5 de junho de 1925, ele foi Tunney lutar com o velho mas perigoso Tommy Gibbons, que estava tendo uma invencibilidade desde que perdeu uma decisão de 15 rodadas para Dempsey, dois anos antes. Isso provou ser um grande teste para Tunney, já que ele ficou aturdido por seu rival no oitavo lugar antes de eliminá-lo no dia 12. Aperte play no vídeo abaixo, abra uma lata de cerveja gelada e lave-a com a magia de um dos melhores técnicos do boxe.

Em 1952, os pesos-pesados tentavam chegar a um acordo com o fim da era Joe Louis e, sem saber, preparavam-se para a chegada de Rocky Marciano. Entre os reinados estava a rivalidade entre Jersey Joe Walcott e Ezzard Charles. Dois lutadores talentosos que merecem o seu lugar entre os melhores de todos os tempos, entraram em confronto pela quarta vez neste dia em 1952, com Charles liderando por duas lutas a um. Mas Jersey Joe, que causou um choque nocauteando Charles na última vez, ao tomar a decisão de equilibrar a série.

Continuando até o ano 1956, e uma performance vintage do maior meio-pesado de todos os tempos, Archie Moore. O lutador do Mississippi estava flertando com a divisão dos pesos pesados - perdendo para o já mencionado Marciano - no momento em que ele viajou para Londres para enfrentar a estrela de Trinidad e Tobago, Yolande Pompey. Depois de oito pontos, "The Ol" Mongoose "decidiu que era hora de bater em Pompey.

Já no final do século, neste dia em 1999. Àquela altura, havia uma nova geração de lendas, que atraiu uma multidão de fãs do boxe - tanto velhos quanto jovens - estavam chamando de o maior meio-pesado de todos os tempos. Ele recebeu o nome de Roy Jones Jr e em 5 de junho, ele foi lutar com Reggie Johnson. Pode ser hora de procurar outra gelada para apreciar o vídeo abaixo.

O que nos leva ao século XXI, e um dos pugilistas mais talentosos e impressionantes da era atual, mas já aposentado. De Porto Rico, Miguel Cotto, que em 5 de junho de 2010, estava tentando provar que ele não estava acabado após as perdas para Manny Pacquiao e Antonio Margarito. De pé em sua frente estava p campeão da WBC, Yuri Foreman. Assista o vídeo abaixo.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias Online de Curitiba

Siga Jornale