Julian Jackson e O nocaute, no WBC do médio-ligeiro de 1990 | Notícias | Curitiba | Jornale

Julian Jackson e O nocaute, no WBC do médio-ligeiro de 1990

03/03/2018

A luta entre Julian Jackson Vs Herol Graham que aconteceu no dia 24 de novembro de 1990, pelo título mundial do WBC na Espanha

Você poderia elaborar uma lista de cinco melhores nocaute de Julian Jackson e as escolhas e ordens causariam debates. Você precisaria de mais espaços para tantos nocautes. Certamente, no entanto, se for pressionado para restringir o trabalho de uma vida para apenas um nocaute, a maioria poderia apontar o nocaute do pobre Herol "Bomber" Graham, como o momento que melhor caracteriza a habilidade de Jackson.

Naquela noite, na Espanha, Jackson, atrás dos pontos, ficou frustrada pelo estilo de Graham e perambulou por três rodadas e meia. Mas, no meio do quarto, quando Graham começou a se sentir confortável e confiante, o melhor artista dos nocautes de todos os tempos lançou a mãe de todos os cruzados para derrubar seu adversário e produzir uma cena brutal.

Essa luta foi pelo campeonato mundial do WBC, Graham estava no controle total dessa luta até o final do grande nocaute, aterrando socos pesados ​​que feriram Jackson brutalmente e ganhando todas as rodadas. Jackson estava perdendo em todos os scorecards, e seus olhos estavam inchados.

No final da 3ª rodada, o médico do ringue disse ao canto de Jackson "Você tem apenas mais uma rodada ou a luta será interrompida".

O início da quarta rodada foi controlado por Graham, e inúmeros socos pesados ​​tiveram problemas em Jackson. Graham levou Jackson contra as cordas em um dos cantos. Jackson balançou com uma verdadeira bomba, um cruzado de direta em direção da cabeça de Graham. Graham caiu duro sem que o corpo se movesse assim que o golpe o acertasse antes e depois de bater na lona, e permaneceu por algum tempo imóvel, até que o árbitro interrompesse a luta e o ajudasse chamando os médicos.

Jackson, venceu o WBA “Médio Ligeiro”, que estava fazendo um retorno, subindo de peso para o peso médio após uma cirurgia para reparar as retinas em ambos os olhos em 1989. Essa luta, pelo título mundial, ainda é considerada como uma dos mais brutais e devastadores KOs na história do boxe.

Assista o vídeo abaixo

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

ALEP_MASCARAS-COVID-19_BANNER_motivo01_3
Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba - Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest