Transferindo o natural para tatuagem de caráter selvagem | Destaques | Jornale | Curitiba

Transferindo o natural para tatuagem de caráter selvagem

29/01/2018

Folhas e flores como estêncil para tatuagens etéreas

A tatuadora ucraniana Rita "Rit Kit" Zolotukhina desenvolveu um método exclusivo para ela projetar suas tatuagens inspiradas na flora, que ela descreve como "impressões digitais botânicas". A artista mergulha uma folha ou flor em tinta de estêncil, coloca-a na pele do cliente e então cria a tatuagem com a persistente impressão da vegetação como seu guia.

Cada peça resultante aparece quase como um fóssil precioso ou uma planta cuidadosamente pressionada, honrando as fragilidades e falhas inerentes ao espécime original. Padrões irregulares e pigmentação fazem homenagem às formas puras de folhagem degradada, sem adiantamento pelas tendências perfeccionistas da mão típica do artista.

Zolotukhina explica: "Nós não conhecemos o olhar definitivo quando começamos, apenas as cores, o humor e a forma básica". Seu trabalho, então, atrai os amantes da natureza que gostam de tatuagens que são de alguma forma biologicamente precisas e caprichosas em uma vez - aqueles que são, talvez, um pouco selvagens.

No Brasil tem artistas que trabalham desta forma, vale a pena pesquisar.

CLICK AQUI para ver o instagram da artista

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias Online de Curitiba

Siga Jornale