Oficina de Música pretende fundir o erudito e o popular | Notícias | Curitiba | Jornale

Oficina de Música pretende fundir o erudito e o popular

25/01/2018

Concerto de Abertura está marcado para o próximo sábado

 

 

A 35ª Oficina de Música de Curitiba será aberta neste sábado (27), às 19h, no Teatro Guaíra, com um concerto que une a Camerata Antiqua de Curitiba, o Vocal Brasileirão, a pianista Cristina Ortiz e a cantora Jane Duboc em uma homenagem ao compositor Tom Jobim. A fusão entre a música erudita e a música popular brasileira é a marca desta edição, que durante 13 dias oferecerá uma intensa programação musical por toda a cidade.

Serão 96 cursos de música erudita e popular brasileira e aproximadamente 160 eventos, entre concertos, palestras, mostra de filmes, passeios ciclístico e motociclístico, feira gastronômica, oficina verde. O tema da atual edição é Misture-se, reforçando a novidade deste ano, que é a realização simultânea das áreas erudita e popular.

Outras grandes atrações marcam a 35ª Oficina, como o show de Toquinho, com a participação de crianças do projeto MusicaR da Prefeitura de Curitiba, o concerto de Martinho da Vila com a Orquestra à Base de Corda e o concerto da Orquestra e Coro de alunos da Oficina no programa Porgy and Bess, de George Gershwin.

O público terá opções de concertos em espaços tradicionais como os teatros do Paiol e Guaíra, a Capela Santa Maria, o Memorial de Curitiba, a Igreja Luterana e o Oratório de Bach (Bosque Alemão). No Guairinha serão realizados os ensaios do Núcleo de Ópera, que será retomado nesta edição da oficina, apresentando dois títulos: A Solteirona e o Ladrão, de Gian Carlo Menotti, e A Flauta Mágica, de Mozart.

Foram programados também vários concertos eruditos e populares ao ar livre em parques e praças da cidade, além de feira gastronômica e o tradicional “Circuito OFF”, que acontece em 17 bares, com 50 atrações.

A programação completa da Oficina de Música está disponível no site www.oficinademusica.org.br.

Abertura

O concerto de abertura da Oficina de Música começa com a Camerata Antiqua apresentando duas obras clássicas – Coronation Anthems, de Georg Friedrich Haendel, e o Concerto para Piano nº 4 em Sol Maior, de Ludwig van Beethoven – sob a regência do maestro Abel Rocha. A pianista Cristina Ortiz, brasileira de destaque no cenário internacional, será solista na apresentação da obra de Beethoven.

Na segunda parte, a Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba (grupo de instrumentistas da Camerata) acompanha o Vocal Brasileirão e a cantora Jane Duboc no repertório de composições de Tom Jobim. Com direção artística de Vicente Ribeiro,

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias Online de Curitiba

Siga Jornale