A resistência para suportar uma tatuagem brutal | Notícias | Curitiba | Jornale

A resistência para suportar uma tatuagem brutal

16/12/2017

Muitas vezes, associamos tatuagens com algo especial - ou um símbolo comemorativo de um amado perdido ou uma ode para a literatura favorita de uma pessoa. Mas às vezes, você verá tatuagens que são tão estranhas, você será todo o ZOMGWTF!

Recentemente, InqPOP! encontrou essas obras pelos artistas do Brutal Black Project e os projetos parecem desconcertantes e, como seu nome indica, são brutais.

Brutal Black Project é uma loja de tatuagem com uma equipe de artistas cujo foco é a dor real do processo e não o design. "Para Brutal Black Project, a mais importante [parte] é a experiência. É como um rito de passagem - um ritual - que acreditamos que queremos empurrar nosso corpo fisicamente para o seu limite ", diz o fundador do Brutal Black Project, Cammy Stewart, em um vídeo com o Vice.

 

Stewart e seu co-fundador, Valerio Cancellier, admitem que este não era o plano inicial para Brutal Black Project. No mesmo vídeo, Stewart explica: "No início, ficamos mais estruturados em como fomos fazer as tatuagens - mais tradicionais. Nós usamos um estêncil e alguém faria os desenhos, etc. Mas depois de ver como as pessoas reagiram para fazer a tatuagem, nós [sabíamos que nós] mudaria o conceito. E tornou-se mais sobre a liberdade do que alguém pode suportar sem restrições ".

 

A maioria das tatuagens feitas na loja ocupa uma grande parte da pele do cliente e essas tatuagens são feitas gratuitamente em tinta preta.

 

Embora este conceito de tatuagem possa assustar muitos, há um número surpreendente de indivíduos que sofrem longas horas de tatuagem. Aqui estão as fotos para provar isso:

Não podemos começar a imaginar o nível de dor que esses indivíduos corajosos (e possivelmente masoquistas) tiveram de suportar para fazer essas tatuagens.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest