Abrace seus demônios internos com tatuagens de máscara japonesa | Notícias | Curitiba | Jornale

Abrace seus demônios internos com tatuagens de máscara japonesa

25/11/2017

O Artista Oscar Hove tem um estúdio em Barcelona, Espanha. E mostrar interesse em arte desde os 12 anos de idade, especialmente com o graffiti, Oscar praticou design gráfico por um tempo antes de entrar no mundo da tatuagem em 2011. Ele afirma:

"Minha filosofia é simples assim: APRECIE. Se algo não faz você feliz, essa coisa não é para você".

Na tatuagem contemporânea, especialmente no mundo ocidental, muitos artistas de tatuagens são influenciados pela arte e cultura japonesas. E se Oscar também se apaixonou pela estética japonesa depois de visitar o país, ele recusou-se a cair no lado fácil da imitação: "Não posso mudar o fato de ser um cara espanhol, viver uma vida mediterrânea, então, Não estou tentando fazer tatuagens japonesas tradicionais ", diz ele.

No entanto, uma parte específica da cultura japonesa atraiu seu interesse: as máscaras assustadoras do teatro Noh. A figura da Hannya é popular na arte da tatuagem, mas o artista espanhol decidiu explorá-la com uma visão pessoal. Ele diz a Konbini:

"Eu sempre fui atraído pelo esoterismo e pelo ocultismo. Achei maravilhoso como o folclore do Japão fala sobre seus Demônios, com um verdadeiro equilíbrio entre medo e positividade".

Hove está obcecado com máscaras desde sua infância, quando um amigo lhe mostrou uma máscara branca misteriosa, sem características: "Me seguiu em meus pesadelos há muito tempo! Quando descobri as máscaras japonesas, eles despertaram alguns sentimentos que Eu tinha quando eu era criança - medo e curiosidade ".

Usando o trabalho negro, o artista recria perfeitamente o mistério experimentado quando criança. Ele também reforça o efeito hipnotizante com desenhos de divisão bizarra. Oscar explica:

"As máscaras separadas ilustram a idéia japonesa de que cada objeto pode ter uma vida. Tudo pode ter uma alma. As máscaras têm uma história escondida por trás deles, como pessoas. E até mesmo quebradas, a história está acontecendo".

Em um momento de medo, violência e ódio que Barcelona experimentou recentemente, é importante exorcizar nossos demônios para manter nossa liberdade de vida e de criação. Siga Oscar Hove no Instagram e descubra mais do seu trabalho abaixo:

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest