As tatuagens extremas da África do Sul | Notícias do Brasil e do Mundo Hoje | Curitiba | Jornale

As tatuagens extremas da África do Sul

08/11/2017

Uma nova exposição explora a infame cultura da tatuagem de gangue do Cabo Ocidental.

 


A arte indígena de tatuagem sul-africana está encontrando sua voz em uma nova exposição, que explora as infames tatuagens e culturas de gangues do Cabo Ocidental, através dos olhos da popular tatuadora Manuela Gray. A exposição de Gray, intitulada "The Number", centra-se nas chamadas gangues de detenção numérica - uma das mais infames das gangues locais. Os membros do número são tatuados com um número que identifica quem eles "pertencem", mas é apenas um dos identificadores das tatuagens de membros de gangue que se tornaram uma estética própria, diz Gray.

 


"Por causa de nossa história e do legado do apartheid, os membros da gangue foram marginalizados e nunca tiveram acesso a educação e treinamento na arte da tatuagem, então o estilo é muito ingênuo porque a experiência típica que você obtém como um tatuador treinado não está lá, "Gray disse à HuffPost SA. "Eles fazem tatuagens que lhes fazem lembrar a juventude, algumas das histórias em quadrinhos e algumas das memórias de família, e muitas das tatuagens foram inspiradas pelos militares em virada do século", diz ela. "The Number" compreende um filme que documenta a história, viagens pessoais, códigos e marcas corporais das gangues. Ao lado deste Gray apresenta estampas, um livro e uma série de fotografias costuradas à mão.

 

"Eu amo o estilo das tatuagens. Quero dizer, eu não quero glorificá-las, mas é definitivamente é um estilo muito exclusivo da África do Sul, mas as pessoas raramente vêem assim. Para mim, quando vejo alguém coberto eles são muito bonitos, como um soldado ou guerreiro maori, você sabe ", disse ela.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest