Suspeito de dois estupros é preso perto do Aeroporto Afonso Pena | Notícias do Brasil e do Mundo Hoje | Curitiba | Jornale

Suspeito de dois estupros é preso perto do Aeroporto Afonso Pena

24/10/2017

 

Um homem, de 59 anos, foi preso pela Guarda Municipal (GM) de São José dos Pinhais, em conjunto com a Delegacia da Mulher (DM) de Curitiba, na manhã de segunda-feira (23). Ele é suspeito de estuprar duas jovens, ambas de 19 anos.

No momento da abordagem, o homem estava em um veículo Prisma preto, nas proximidades do Aeroporto Afonso Pena. Após a abordagem, os investigadores da Polícia Civil foram até o local e efetuaram a prisão.

De acordo com a polícia, o primeiro caso de estupro aconteceu na região do Aeroporto, no dia 13 de janeiro desse ano. A moça procurava emprego. E assim que, o suspeito percebeu o interesse da vítima por uma vaga de trabalho, passou-se como proprietário de uma agência de viagens, onde ofereceu um emprego de guia turístico.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Eliete Aparecida Kovalhuk, o suspeito levou a moça para a sua casa, com a desculpa de acertar questões contratuais; chegando no local, a vítima teria sido estuprada.

A segunda situação ocorreu no dia 29 de julho, na rodoviária de Curitiba. A jovem teria acabado de chegar na cidade e havia sido assaltada por dois indivíduos que levaram o seu celular.

Após o ocorrido, a vítima foi pedir ajuda a um veículo que estava no local. Foi nesse momento que o suspeito se aproximou da moça e lhe ofereceu uma carona até a casa de sua avó, que fica em Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana de Curitiba. Chegando próximo ao município, o homem conduziu o veículo para uma estrada de chão e praticou o ato sexual, violentando a vítima. A jovem registrou boletim de ocorrência e foi encaminhada para fazer um retrato falado do suspeito.

“Diante do primoroso trabalho do setor de retratado falado do Instituto de Identificação, a equipe de investigação da Delegacia da Mulher observou a semelhança do retrato elaborado com o autor do crime ocorrido em janeiro”, lembrou a delegada.

Após a constatação da semelhança, a primeira vítima foi chamada na Delegacia e reconheceu o homem como sendo o autor do crime. Ainda, a jovem passou por um exame de confronto genético e foi constatado que o material encontrado nas roupas dela eram do suspeito”, disse Eliete.

A partir desses indícios, representou-se pela decretação da prisão preventiva e foi expedido um mandado de prisão para o indivíduo.

Após duas semanas fazendo campanas nos locais onde o suspeito passava, ele foi encontrado nas imediações do Aeroporto, onde afirmou que fazia transporte para executivos de multinacionais.

O suspeito foi encaminhado à Delegacia da Mulher, onde está preso e segue à disposição da Justiça. A polícia, acredita que ainda existam outras vítimas desse homem. E recomenda que quem tiver suspeitas, compareça à Delegacia da Mulher para identificá-lo e registrar a ocorrência.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest