Repost - Foi tão veloz que ninguém viu, o polêmico golpe fantasma - Blog Quimera | Últimas Notícias do Brasil e do Mundo | Curitiba | Jornale

Repost - Foi tão veloz que ninguém viu, o polêmico golpe fantasma - Blog Quimera

19/10/2017

 

 

Muhammad Ali x Sonny Liston 

 

"O golpe foi tão veloz que ninguém viu", costumava brincar Muhammad Ali.

 

Ele se refere a um dos mais polêmicos combates do boxe, contra Sonny Liston. Seus dois duelos com o rival foram atípicos. No 1º, quando conquistou o título dos pesados, em 1964, Liston deixou a luta alegando lesão. Em seguida, eles se reencontraram na minúscula Lewiston, nos EUA. O público de apenas 2.400 pessoas - recorde negativo em disputa de título dos pesados - viu Liston ir à lona com um golpe de raspão que não foi esquecido nas páginas da história do boxe, mas que nunca foi explicado.

 

Mas o nocaute obtido aos 2min12 do primeiro round é discutido até hoje. A direita de Ali que explodiu no rosto de Liston foi muito rápida e muitos dos 2.434 espectadores não viram. Nasceu o ''golpe fantasma''. A luta foi uma revanche, afinal Ali, ainda como Cassius Clay, vencera Liston no ano anterior, em Miami, com um nocaute técnico no sexto round. O segundo duelo foi disputado sob tensão, pois três meses antes Malcolm X havia sido assassinado. Integrantes do grupo Nação do Islã, do qual Ali fazia parte, haviam sido presos, suspeitos de terem sido os autores do crime. Ali teve a companhia durante os treinamentos de 12 seguranças destacados pelo FBI, enquanto a equipe de Liston revelou ter sofrido uma ameaça de morte. Todo esse clima fez com que a luta perdesse interesse do público e muitos ingressos chegaram a ser dados nas ruas de Lewiston. Mesmo assim, Elizabeth Taylor e Frank Sinatra estavam entre as personalidades presentes ao evento. Antes da luta, Ali chegou a dizer ao repórter Mort Sharnik, da revista Sports Illustrated, enquanto se dirigia para o ginásio. ''Vai ser uma luta curta. Só vou recuar e Liston vai me perseguir. De repente, vou soltar um contragolpe e BAM! A luta vai acabar.'' E foi isso mesmo que ocorreu. Segundo as pessoas presentes ao ginásio, apenas as que estavam localizadas atrás de Ali conseguiram ver o impacto do golpe. Como a TV não tinha recursos de videoteipe, o público só pôde ver e comentar dias depois nos programas esportivos. ''Eu vi o golpe na hora da luta, mas só pude ter ideia do quanto ele foi devastador com a ajuda da tecnologia'', disse Larry Merchant, lendário jornalista, comentarista por décadas do canal HBO. O juiz da luta também colaborou para aumentar a polêmica. Jersey Joe Walcott, ex-campeão mundial dos pesados, foi colocado como juiz, mas não tinha a menor ideia de como se comportar. Na hora da queda de Liston. Walcott, diante de um endiabrado Ali, que não parava de pular, se atrapalhou com a contagem. Foi falar com o cronometrista e deixou os dois boxeadores trocarem socos sem sua presença. Liston caiu a 1min44 e se levantou apenas com 1min56, mas o tempo final da luta foi 2min12. Um horror!!! A maioria do público gritava ''falso, falso, falso''.

 

Fonte CLICK AQUI

 

Veja o golpe

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest