Mulher registra queixa contra ministro do TSE por agressão | Notícias | Curitiba | Jornale

Mulher registra queixa contra ministro do TSE por agressão

25/06/2017

 

A mulher do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga, Élida Souza Matos, registrou uma queixa de agressão contra o marido, na última sexta-feira (23), na 1ª Delegacia de Polícia, no Distrito Federal. Após a repercussão do caso, Élida fez uma retratação à polícia ainda no início de sexta, conforme apontou Antônio Carlos de Almeida Castro, advogado de Admar. O criminalista disse que a ocorrência foi feita “no calor do desentendimento e ela decidiu que queria apresentar imediatamente a retratação”.
“Sou advogado e amigo dos dois. Houve uma ocorrência, feita por ela no calor do desentendimento, mas ela já está registrando uma retratação, o que levará ao arquivamento da ocorrência”, afirmou Castro em nota.
Procurada, a Polícia Civil informou que não pode passar detalhes sobre casos que envolvem a Lei Maria da Penha. Embora Élida tenha feito a retratação, essa argumentação, por si só, não possibilita levar ao arquivamento da ocorrência.
De acordo com o texto da Lei Maria da Penha, a renúncia à representação só é admitida perante o juiz, em audiência especialmente designada com essa finalidade, antes do recebimento da denúncia e após o Ministério Público ser ouvido.
Por causa do cargo que exerce, Admar Gonzaga tem foro privilegiado para ser processado apenas no Supremo Tribunal Federal (STF). Questionado sobre o trâmite da queixa prestada por Élida, Castro disse que o procedimento foi submetido ao Judiciário ainda na sexta-feira, deve ser analisado pela ministra Cármen Lúcia, e que espera “agora o arquivamento”.
“O casal Élida Souza Matos e Admar Gonzaga Neto lamenta profundamente e pede desculpas a seus familiares e amigos pelo incidente ocorrido, que não passou de um desentendimento, com exasperação de ambos os lados. Esclarece ainda que o fato noticiado pela imprensa está sendo tratado pelo próprio casal estritamente no âmbito familiar e que buscará o melhor entendimento e o pleno resguardo da integridade de ambos. Nesse momento delicado, pede a todos e todas compreensão e que respeitem a intimidade e a privacidade do casal”, apontou nota enviada por Castro.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques JORNALE
Please reload

Site de Notícias de Curitiba - Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

              redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest