Viviane Lyra bate recorde e obtém índice para Mundial nos 35 km marcha atlética

23/04/2022


A brasileira ficou em quarto lugar na prova de Dudince, na Eslováquia



A brasileira Viviane Santana Lyra ficou em quarto nos 35 km da marcha atlética de Dudince, na Eslováquia, prova da série ouro do Circuito Mundial de Marcha Atlética, neste sábado (23/4), com o tempo de 2:49.12, marca que é o novo recorde brasileiro para a distância e índice para o Mundial. A peruana Kimberly García León, segunda colocada na prova, estabeleceu o recorde sul-americano com 2:43.19. Shijie Qieyang foi a campeã em Dudince (2:43.06) e Maocuo Li (2:45.46) ficou na terceira colocação - ambas são atletas da China.

O recorde anterior brasileiro e sul-americano dos 35 km pertencia a Érica Rocha de Sena com 2:51.11, feito em Macas, Equador, em 2021.

"A sensação é de dever cumprido pois estamos trabalhando bastante para isso. Abdicar de muitas coisas e se dedicar vale muito a pena", afirmou Viviane que também garantiu o índice mínimo da WA (2:54.00) exigido para o Mundial do Oregon, na cidade de Eugene, Estados Unidos, de 15 a 24 de julho - os marchadores têm até o dia 29 de maio para obter qualificação.

A NewOn é patrocinadora do atletismo brasileiro para a saúde integral dos atletas e apoio às competições.

Últimas Notícias