Vereador Pastor do Mercado (DEM) é indiciado por agredir mulheres

11/02/2022


Camarista está detido na penitenciária de Londrina (PR)



O vereador de Arapongas, no Norte do Paraná, Paulo César de Araújo, mais conhecido como Pastor do Mercado (DEM), foi indiciado por agredir mulheres, segundo a Polícia Civil. O inquérito foi concluído na quinta-feira (10).


O parlamentar foi preso em 31 de janeiro suspeito de ter agredido três mulheres, segundo a Polícia Civil.


Enquanto isso, a comissão processante da Câmara Municipal, formada para investigar a denúncia, realiza a primeira reunião nesta sexta-feira, dia 11, às 10h30.


A partir disso, passa a valer o prazo de 90 dias para a condução dos trabalhos, que consiste na análise de documentos, inquérito policial, oitiva de testemunhas e elaboração de um relatório.


Conforme a polícia, o inquérito foi concluído e ele responderá pelas lesões contra as vítimas.


Se condenado, a pena prevista é de um a quatro anos de prisão. Com o agravante de ter quebrado o nariz de uma das vítimas, segundo a denúncia.


Depois de ser preso em Arapongas, o vereador foi levado à penitenciária de Londrina, também no norte.


A Polícia Civil pedirá, agora, a abertura de uma ação criminal contra o vereador Paulo Cesar de Araújo.

Últimas Notícias