Vale é condenada a pagar R$ 1 milhão para cada trabalhador que morreu em Brumandinho

10/06/2021


Justiça condenou mineradora a pagar indenização por danos morais para cada trabalhador que morreu no rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão



A Justiça do Trabalho condenou a mineradora Vale a pagar indenização de R$ 1 milhão por danos morais para cada trabalhador que morreu no rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.


O desastre aconteceu no dia 25 de janeiro de 2019 e matou 270 pessoas.


A decisão desta quarta-feira (9) é da juíza titular da 5ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Betim, Vivianne Celia Ferreira Ramos Correa. A indenização, de acordo com ela, deverá ser recebida por espólios ou herdeiros das vítimas que, segundo o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Extração de Ferro e Metais Básicos de Brumadinho e Região, são 131.


A determinação é de primeira instância e a mineradora pode recorrer da decisão.


Foto: Reprodução TV


Siga nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/jornale.curitiba/


Fale com o Jornale, acesse: https://www.jornale.com.br/contato



Últimas Notícias