Vacina da Janssen é suspensa em vários países

15/07/2021


Pesquisadores investigam mortes após a aplicação da dose



Os recentes efeitos colaterais verificados em pessoas que foram imunizadas contra a Covid-19 com a vacina da Janssen, fabricada pela Johnson & Johnson, levaram a fabricante norte-americana a suspender a distribuição do imunizante em diversos países. Em Curitiba, um servidor da URBS faleceu ontem após tomar a dose única da vacina Janssen.

A trombose que matou Márcio Rodrigues da Costa, de 41 anos, servidor da URBS, é um dos efeitos colaterais que têm sido verificados em cidadãos vacinados com o imunizante da Janssen em diversos países. Por medida de segurança, os serviços de saúde dos Estados Unidos e da Europa suspenderam temporariamente o uso da vacina.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também decidiu, no início deste mês, recomendar a suspensão da aplicação da vacina da Janssen em grávidas de todo o país. A agência destacou, no entanto, que as chances de ocorrer uma trombose pelo uso da vacina são “extremamente baixas, entre 0,1% e 0,5%”.

Últimas Notícias