TSE vai investigar se atos de 7 de setembro foram financiados

15/09/2021



Corregedor-geral quer investigar também se houve campanha eleitoral antecipada


O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, Luís Felipe Salomão, decidiu investigar o financiamento dos atos realizados em 7 de setembro. O objetivo é descobrir se alguém pagou para a realização das manifestações.


Além disso, Salomão quer investigar se as manifestações do feriado da Independência configuram campanha eleitoral antecipada. O presidente Jair Bolsonaro marcou presença nos atos e fez discursos atacando os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).


Essa decisão do corregedor-geral representa a primeira consequência judicial dos atos. Abuso de poder econômico e político, uso indevido dos meios de comunicação social, condutas vedadas a agentes públicos, e propaganda extemporânea (antecipada), em relação aos ataques contra o sistema eletrônico de votação e à legitimidade das eleições do próximo ano agora são alvo da apuração do TSE.

Últimas Notícias