TSE nega recurso e mantém cassação de Fernando Francischini

26/02/2022


O parlamentar foi condenado, em outubro do ano passado



O ministro Luís Roberto Barroso do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou um recurso do ex-deputado estadual Fernando Francischini contra a decisão que determinou sua cassação e inelegibilidade. O parecer é da última terça-feira (22), mas só veio a público nesta sexta-feira (25).


O parlamentar foi condenado, em outubro do ano passado, por disseminar fake news sobre urnas eletrônicas.


Barroso negou o recurso por entender que Francischini promoveu ataques descabidos ao sistema eletrônico de votação e à democracia, utilizando-se de seu poder político.


“A gravidade dos fatos também se encontra presente no caso dos autos, configurando-se assim o uso indevido dos meios de comunicação social e o abuso de poder político e de autoridade”, diz a decisão.


Francischini informou que aguarda decisão de agravo no STF. “Acredito que as liberdades e o bom direito venham a prevalecer e, assim, eu possa ser candidato nestas eleições pelo Paraná, porque muita coisa ainda precisa mudar em nosso País”.

Últimas Notícias