Tribunal de Contas bloqueia pensões em nome de pessoas mortas

20/01/2021


Pagamentos eram feitos a 11 beneficiários já falecidos



O Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR) interrompeu o pagamento indevido de R$ 612.450 em aposentarias e pensões em nome de pessoas que já morreram no estado. Os pagamentos irregulares, em nome de 11 beneficiários já falecidos, foram identificados nas entidades previdenciárias de dez municípios. O trabalho de verificação das aposentadorias começou em novembro do ano passado e foi realizado pelo TCE-PR em parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU).


Em algumas situações, as quantias estavam depositadas nas contas bancárias dos beneficiários mortos. Porém, em outros casos, houve saques após o óbito - o que vai exigir uma nova apuração.


Depois da descoberta desses pagamentos, o TCE sugeriu medidas para apurar a causa das irregularidades, a devolução dos valores pagos e a melhora no controle desses pagamentos, com medidas como recadastramento anual e a prova de vida.

Caso os administradores não corrijam as falhas, ficarão sujeitos ao pagamento de multas e outras penalidades.

Publicidade

Últimas Notícias

6 de Março de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais Certificados

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale