Tomate, leite e batata puxam o preço da cesta básica em Curitiba

06/04/2022


Capital paranaense teve a segunda maior alta entre as capitais



Em março, o valor do conjunto dos alimentos básicos aumentou em todas as capitais onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. A segunda alta mais expressiva ocorreu em Curitiba: 7,46%, atrás do Rio de Janeiro onde o custo avançou 7,65%.

Em março de 2022, a cesta básica na capital paranaense apresentou alta de 7,46%, na comparação com fevereiro de 2022, e custou R$ 701,59, o oitavo maior valor entre as 17 cidades onde o Dieese realiza a pesquisa.

Em Curitiba, no ano, o percentual de aumento do conjunto de alimentos básicos foi de 11,64%, e em 12 meses de 21,56%. Entre fevereiro e março, houve aumento do preço médio do tomate (57,73%), leite integral (8,73%), batata (8,54%), café (7,49%), óleo de soja (5,48%), banana (4,39%), manteiga (3,83%), pão francês (3,49%), feijão preto (2,79%), farinha de trigo (1,65%), açúcar refinado (0,23%), e carne bovina de primeira (0,19%).

Últimas Notícias