Thiago Camilo assume liderança da Stock Car

08/11/2020


Categoria teve etapas disputadas em Curitiba



A Stock Car realizou neste domingo (8) uma etapa no Autódromo Internacional de Curitiba. Os pilotos entraram na pista pela manhã para a definição do pole position e já mostraram que o nível da disputa seria altíssimo: durante a primeira fase das tomadas de tempo, 21 dos 25 inscritos se espremeram dentro de menos de meio segundo – um recorde histórico para a categoria.

A nona etapa foi composta de duas corridas. Na primeira, a vitória foi do pole position Thiago Camilo, com Gabriel Casagrande vencendo a prova complementar. Mas, apesar de Casagrande ter comandado toda a segunda prova, vencer não foi fácil para nenhum dos dois ganhadores. O desempenho extremamente parelho dos Chevrolet Cruze e Toyota Corolla utilizados pela categoria este ano resultou em um festival de troca de posições, no qual quem não atacava tinha que se defender o tempo todo. Com o calor acima dos 30oC e a pressão ininterrupta dos rivais, as duas provas foram extremamente exigentes para carros e pilotos. Casagrande, por exemplo, saiu de seu carro completamente extenuado, precisou sentar à sobra e beber líquidos para ter condições de subir ao pódio.

Recorde na pontuação – Thiago Camilo foi o grande nome do final de semana. Na oitava etapa, realizada no sábado em rodada simples, e na rodada dupla que compôs a nona etapa no domingo, o piloto da equipe Ipiranga A.Mattheis conquistou duas vitórias e um sétimo lugar. Com isso, Camilo registrou um novo recorde para a categoria, faturando 74 pontos no mesmo final de semana, ou 88% dos 84 possíveis.

A façanha rendeu a Thiago a liderança do campeonato com a vantagem de 24 pontos sobre o segundo colocado, depois de ter chegado em Curitiba na quinta colocação na tabela. De outro lado, a extrema competitividade cobrou seu preço do até então líder Cesar Ramos, parceiro de equipe de Camilo. Com um 13º, 16º e 18º nas três provas, o piloto gaúcho caiu para a sexta posição na tabela, drama parecido com o vivido por Rubens Barrichello em Cascavel, que caiu da liderança para a quinta colocação no mesmo final de semana. Barrichello vai se recuperando e agora já é o terceiro colocado, colado no vice-líder Ricardo Zonta (veja tabela).

O jovem Guilherme Salas foi outro destaque. Na prova do sábado e na primeira corrida do domingo não apenas incomodou muito como também tomou a ponta de Camilo, obrigando o experiente piloto a mostrar seu melhor ao volante para retomar a ponta. Por pouco Salas não obtém sua primeira vitória na Stock Car.

Muitos vencedores em 2020 – Camilo saiu de Curitiba como o único piloto na temporada a conquistar três vitórias, superando Ricardo Zonta, que até então era o único a ter vencido mais de uma prova, com dois primeiros lugares. Casagrande entrou agora para o seleto clube de vencedores, que contabiliza 11 pilotos em 14 largadas realizadas pela Stock Car em 2020.

“A gente sempre trabalha duro para maximizar os pontos, conquistar o maior número de pontos possíveis em um final de semana como esse. Mas nem nos melhores sonhos eu imaginaria sair daqui com duas vitórias e um sétimo lugar”, disse Camilo. “Não pelo potencial da equipe, não pelo trabalho que toda equipe está fazendo... mas sim pela competitividade da categoria. A gente sabe o quanto é duro isso aqui, o quanto é decidido nos detalhes. Então duas vitórias no final de semana é para lavar a alma”, completou.

CAMPEONATO APÓS NOVE ETAPAS

1º - Thiago Camilo - 222 pontos

2º - Ricardo Zonta - 198

3º - Rubens Barrichello - 196

4º - Ricardo Maurício - 193

5º - Daniel Serra - 190

6º - Cesar Ramos - 189

7º - Gabriel Casagrande - 175

8º - Allam Khodair - 157

9º - Nelsinho Piquet - 149

10º - Diego Nunes - 140

Últimas Notícias