Sanepar acredita que pode encerrar rodízio em março

25/12/2020


Nível das barragens precisa chegar a 60%


A Sanepar avalia encerrar definitivamente o rodízio de abstecimento de água em março de 2021. Para que isso seja alcançado é necessário que o nível dos reservatórios suba dos autias 41% para 60% da capacidade. A companhia afirma que será necessário a ajuda da população e a incidência de chuvas nos próximos meses na Grande Curitiba.


No dia 11 de novembro, a crise hídrica chegou ao seu pior cenário, com 26,7% de reservação. À época, a companhia chegou a informar que o sistema de abastecimento poderia entrar em colapso 18 dias após o anúncio do dado. Neste período, a Sanepar chegou a prever um rodízio ainda mais severo caso o acumulado de água nas barragens chegasse a 25%.


De acordo com o diretor de comunicação da companhia, Hudson José, o cenário atual é resultado de uma combinação de chuvas, economia e rodízio. “Com as variáveis de consumo econômico e também do volume de chuva, a expectativa de recuperar o nível de 60% a partir de março e sair do rodízio é positiva”, avaliou. Ele ressaltou que a chegada ao nível de 41% se deu por conta das chuvas acima da média que foram registradas no final de novembro e início de dezembro. “Tivemos um cenário diferente daquele que a meteorologia previa, que seria um início de verão muito seco”, afirmou.


Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

22 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale