Resumo A Usurpadora capítulo de sexta-feira - 22/10/2021



Após o beijo entre Paulina e Fernando, ela o vê conversando com sua “amiga da polícia.” Ele explica que é simplesmente um contato que pode ajudá-lo a localizar Paola. Enquanto isso, na Colômbia, Paola não sabe como reagir com a mãe. Ela simplesmente se limita a agradecer o cuidado. Manuel levanta-se para procurar Paola mas Teresa o impede e afirma que a Primeira Dama morreu e que a cremaram. Mais tarde, o Sr. Fanjul entra no escritório de Carlos e os surpreende. O homem afirma ter informações valiosas e pede que ele se livre de Clara para falar sozinho. De repente, o político garante ao presidente que tem informações que incriminam Clara e Fernando pela morte da morte de sua esposa.


Carlos resiste ao momento, mas quando descobre que outra pessoa estava com sua esposa, fica arrasado. Fanjul exige que ele aprove um projeto de construção se quiser impedir que essa informação chegue à mídia. Mais tarde, o presidente liga para seus amigos e reclama deles com raiva. Clara se oferece para renunciar naquele momento. Por outro lado, Paulina liga para Montse e pede que ele volte a trabalhar com ela. Enquanto isso, na Colômbia, Paola chantageia o médico com quem Manuel estava e ordena que ele dê a ela o número de telefone para se comunicar com o México. Quando ele liga, Teresa atende e diz que Manuel morreu. Isso deixa a primeira-dama muito mal e nisso a mãe chega mais perto. Paola não aguenta mais e pergunta se a qualquer momento ele gostaria de ter outra filha, ao que a senhora diz que não.


Fonte: Resumo das novelas

Últimas Notícias